Mulher aciona Policia Militar por Perturbação de sossego
12 de junho de 2017 315 Visualizações

Mulher aciona Policia Militar por Perturbação de sossego

A comerciária R.A.M., 45 anos, moradora no bairro Zequinha Amêndola, relatou no Plantão Policial que ela manteve um relacionamento amoroso com o C.E.S.F., 29 anos, morador no bairro Bela Vista, tendo recentemente terminado o relacionamento.

Disse a vítima que durante a madrugada o autor foi até a sua residência desejando adentrar ao local para eles conversarem e o home aparentava estar drogado ou embriagado.

Como ela não permitiu que ele adentrasse a residência o home começou a proferir gritos e bater com as mãos no portão da casa, perturbando o sossego da vítima e dos moradores próximos.

A Policia Militar foi acionada e no local estiveram os cabos Hilton, Renato, que solicitaram que o autor deixasse o local e fosse embora para sua casa.

Por não atender as solicitações dos policiais, o homem foi levado para a delegacia, onde o homem negou ter cometido qualquer confusão em frente à residência da vítima, sendo o caso registrado como Perturbação de sossego, tendo a mulher manifestado interesse em representar contar o autor.

Fonte: Mazinho Dias

Anterior Apreensão de documento falso
Next Acidente entre moto e caminhonete no centro da cidade

Você pode gostar também

Barretos

BARRETOS: Ladrão aplica golpe no centro da cidade e operador de maquinas perde quase R$1.200.00

O operador de máquinas J.M.S., 62 anos, morador no bairro Santana, esteve no Plantão Policial e informou que por volta das 14h30, ele caminhava pela Praça Francisco Barreto quando viu

Barretos

BARRETOS: Barretense tem seu beneficio do Seguro Desemprego sacado no Rio de Janeiro

No Distrito Policial esteve a vítima B.R.S.I.P., mulher, 22 anos, moradora na Avenida Aeróstato, bairro Aeroporto, e ela noticiou que foi até a agência da Caixa Econômica Federal para sacar

Policial

BARRETOS: Estudante perde mais de mil reais ao tentar comprar vídeo game pela internet

Morador no bairro Rios, o estudante F.H.T., 23 anos, foi até a delegacia e relatou que veio a se interessar em adquirir um vídeo game que ele viu em um