Faxineira é presa por furto em supermercado
7 de agosto de 2017 232 Visualizações

Faxineira é presa por furto em supermercado

A faxineira D.C.M.C., 22 anos, moradora no bairro Ibirapuera, foi apresentada presa no Plantão Policial pelo soldado Murilo, o qual foi acionado até um supermercado instalado na Via Conselheiro Antônio Prado, e em contato com o vigilante que lá trabalha que por volta das 20h, a mulher foi flagrada pela equipe de vigilância furtando produtos no interior do supermercado.

Segundo consta, a mulher colocou dentro da bolsa que ela trazia consigo diversos produtos como três pares de chinelos, uma peça de quase três quilos de carne, pacote de batatas palito, tintura para cabelo e produtos de cosméticos e higiene, sendo que tais produtos totalizavam a quantia de R$226.02.

Os vigilantes esperaram a mulher passar pelo caixa e observaram que ela não pagou pelos produtos, vindo a abordá-la na saída do supermercado e ao constatar o furto, foi dada a ela voz de prisão, sendo a Policia Militar acionada.

A mulher foi levada para o Plantão Policial e a prisão dada a ela foi ratificada, sendo arbitrada fiança no valor de R$1.000.00, a qual foi apresentada, sendo ela colocada em liberdade.

Os produtos foram restituídos ao representante do supermercado.

Anterior Homem é preso por receptação de moto furtada
Next Furto de moto no Distrito Industrial II

Você pode gostar também

Policial

PRADÓPOLIS: Mulher de 32 anos é achada morta a facadas dentro de casa

Segundo a PM, o namorado da vítima, de 21 anos, é o principal suspeito do crime e está foragido. Vizinhos ouviram discussão entre o casal Na manhã de domingo (5),

Saúde

EMPREGO: VAGAS PARA HOJE 09/12/2017

ATENÇÃO:  O ATENDIMENTO AS VAGAS DE EMPREGO SERÃO FEITAS EXCLUSIVAMENTE NO POUPATEMPO – LOCALIZADO AO LADO DO NORTH SHOPPING DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA: DAS 8H00 AS 17H00 E AOS SÁBADOS:

Policial

BARRETOS: Ameaça e lesão corporal no bairro Zequinha Amêndola

Uma mulher de 39 anos, que se identificou como A.P.O., moradora no bairro Henriqueta, noticiou na delegacia que seu filho, M.O.R., 18 anos, estava em frente à sua casa, em