Mulher diz ter sido ameaçada e agredida no centro da cidade
5 de agosto de 2017 339 Visualizações

Mulher diz ter sido ameaçada e agredida no centro da cidade

Moradora no bairro Vida Nova, a senhora O.D.O., 40 anos, esteve no Plantão Policial informando que foi agredida e ameaçada pelo seu marido, o autor E.F., 57 anos, com quem foi casada por um ano e três meses.

De acordo com a vítima, na semana passada ela colocou o marido para fora de casa, pois ele é uma pessoa muito agressiva e ela também decidiu que quer se separar dele, pois no passado já foi agredida com chicotadas nas costas, mas na época não registrou o fato.

Desta vez a vítima saiu do trabalho de moto por volta da 19h, quando foi abordada pelo E.N., próximo a Escola Estadual Dr. Antônio Olímpio, no centro da cidade e na ocasião o autor também estava de moto e começou a conduzir a sua moto ao lado da vitima, dizendo que ele queria jantar com a ela no próximo sábado, para conversarem sobre uma reconciliação.

Embora ele estivesse falando a vítima alegou que não deu atenção a ele, e que em certo momento o homem disse a ela que o comportamento dela iria acabar com a vida dos dois, e depois que disse isso, deu um chute no pé da mulher.

Embora tenha sido atingida a mulher não sofreu nenhum ferimento, pois o chute foi de leve e a vítima estava calçada com um coturno, o que ajudou a proteger seu pé.

Por fim foi relatado pela mulher que após sofrer a agressão, ela parou a motocicleta e começou a pedir socorro, gritando para que os populares a ajudassem e neste momento o agressor montou em sua moto e foi embora.

Anterior Homem é preso por traficar drogas em Guaíra
Next Mulher é vítima do golpe do falso parente

Você pode gostar também

Policial

REGIÃO: Motorista e passageiro ficam feridos após carro capotar em rodovia

Segundo a Polícia Rodoviária, chovia no momento do acidente próximo ao trecho de Castilho (SP). Dupla foi socorrida e passa bem. Dois homens ficaram feridos em um acidente na noite

Barretos

BARRETOS: Ladrão furta moto e outros objetos em funerária

O empresário L.P.F., 56 anos, foi até a delegacia e informou que ele é proprietário de uma empresa funerária instalada a Rua 18, centro da cidade e de acordo com

Policial

Delegado descarta Tortura e diz que caso de jovem nua foi vingança

Mulher também cortou cabelos e raspou sobrancelhas da vítima após descobrir traição do marido. Polícia Civil investiga crimes de lesão corporal, sequestro e cárcere privado Vítima forçada a andar nua

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta