CAFÉ DA MANHÃ: Comer logo cedo não ajuda a emagrecer, indica pesquisa
11 de fevereiro de 2019 186 Visualizações

CAFÉ DA MANHÃ: Comer logo cedo não ajuda a emagrecer, indica pesquisa

No entanto, especialistas ressaltam que a primeira refeição do dia é uma boa fonte de cálcio e fibras e melhora níveis de concentração e atenção, especialmente em crianças.

O café da manhã é considerado por muitas pessoas a refeição mais importante do dia e imprescindível para se manter uma boa saúde e peso. Mas comer logo cedo não ajuda a emagrecer, indica uma nova pesquisa – na verdade, os indícios apontam o contrário.

Quem toma café da manhã consome em média 260 calorias e pesa 1 kg a mais do que aqueles que pulam a refeição, segundo uma revisão de estudos anteriores.

Mas especialistas dizem que um café da manhã saudável pode ser uma boa fonte de cálcio e fibras. Também foi verificada uma melhora os níveis de concentração e atenção, especialmente em crianças.

Tomar café da manhã aumenta ingestão de calorias e apetite à tarde

É comum a ideia de que o café da manhã dá energia, impede que uma pessoa faça muitos lanches ao longo do dia e fornece nutrientes essenciais ao organismo.

Essa reputação deriva de estudos observacionais que mostram uma ligação positiva entre tomar café da manhã e manter um peso saudável.

Mas uma nova pesquisa australiana no periódico médico BMJ revisou os resultados de 13 estudos do efeito do café da manhã sobre o peso e a ingestão de energia e encontrou poucas evidências para sustentar estas crenças.

As descobertas da equipe de pesquisadores da Universidade Monash, em Melbourne, sugerem que pular o café da manhã pode, na verdade, ser uma boa maneira de reduzir a ingestão calórica total diária.

Estudo tem limitações

Eles chegaram à conclusão que as pessoas que costumam tomar café da manhã consumem mais calorias no geral e têm um apetite maior à tarde.

E dizem ser preciso cautela ao recomendar o café da manhã para a perda de peso em adultos, porque isso pode ter o efeito oposto. No entanto, os cientistas ressaltaram que seu estudo tem limitações.

Os participantes dos estudos foram acompanhados apenas por períodos curtos – entre 2 e 16 semanas -, e a diferença na ingestão de calorias entre quem toma café da manhã e quem pula a refeição foi pequena.

Os pesquisadores concluíram que, para prever o efeito a longo prazo de pular ou tomar café da manhã, ainda são necessárias mais pesquisas.

A primeira refeição do dia é fonte de cálcio e fibra

O professor Kevin Whelan, especialista em dietética e chefe do departamento de Ciências Butricionais do King’s College London, no Reino Unido, diz que não devemos ficar muito focados na ingestão de calorias logo de manhã.

“Este estudo não diz que o café da manhã é ruim para a saúde. O café da manhã é importante para a ingestão de nutrientes, cálcio e fibras”, afirma.

Mas a pesquisa do BMJ não analisou este aspecto específico do café da manhã sobre uma dieta equilibrada.

“Não se está falando que o café da manhã é a causa da obesidade”, diz.

Fonte: G1

Anterior REGIÃO: Menina de 4 anos morreu atropelada por carreta
Next LUTO: Ricardo Boechat, jornalista, morre aos 66 anos em queda de helicóptero

Você pode gostar também

Sem categoria

BARRETOS: Menor foge abandonando moto que havia sido roubada no bairro Christiano Carvalho

Acionados pelo COPOM, os integrantes da Equipe Bravo, cabos Renato e Hilton, foram acionados a comparecerem até o final da Rua Alcino Abdala, bairro Zequinha Amêndola, em razão de haver

Sem categoria

REGIÃO: Pai é suspeito de abusar sexualmente de filha por três anos

Vítima tem 12 anos de idade e disse que teve medo de denunciar antes, pois era ameaçada pelo homem em Ribeirão Preto A Polícia Civil apura a denúncia de estupro

Sem categoria

EMPREGO: VAGAS DISPONÍVEIS PARA HOJE 12/06/2019

ATENÇÃO: O ATENDIMENTO AS VAGAS DE EMPREGO SERÃO FEITAS EXCLUSIVAMENTE NO POUPATEMPO – LOCALIZADO AO LADO DO NORTHSHOPPING DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA: DAS 8H00 AS 17H00 E AOS SÁBADOS: DAS

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta