Em carta, Palocci pede desfiliação do PT: ‘Somos um partido ou uma seita guiada por uma pretensa divindade?’
26 de setembro de 2017 485 Visualizações

Em carta, Palocci pede desfiliação do PT: ‘Somos um partido ou uma seita guiada por uma pretensa divindade?’

Político foi preso pela Operação Lava Jato e respondia a processo administrativo da legenda, por falas feitas contra o ex-presidente Lula.

 

O ex-ministro Antônio Palocci enviou nesta terça-feira (26), uma carta ao Partido dos Trabalhadores (PT), em que pede a desfiliação da legenda. No documento de quatro páginas, ele descreve os motivos pelos quais resolveu deixar o partido que ajudou a fundar. A carta é endereçada à presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Palocci respondia a um processo aberto pelo diretório municipal de Ribeirão Preto, em São Paulo, em que era acusado de trair a fidelidade partidária. Ex-ministro dos governo Lula e Dilma, ele foi alvo de uma comissão de ética pelas declarações feitas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro, no dia 6 de setembro.

Na ocasião, ele disse que Lula mantinha um “pacto de sangue” com o empresário Emílio Odebrecht, o que incluía um pacote de R$ 300 milhões em propinas para o PT, além de agrados ao ex-presidente.

Na carta, Palocci faz uma série de críticas ao PT e ao ex-presidente Lula. O ex-ministro diz que estranhou o processo aberto contra ele, não pela condenação que já recebeu na Lava Jato, mas pelas declarações contra Lula. “Pensava ser normal que o partido procurasse saber as razões que levaram a tal condenação e minhas eventuais alegações. Mas nada recebi sobre isso”, escreveu o ex-ministro.

Ele reafirma que todo o conteúdo do depoimento criticado pelo PT trata apenas da verdade dos fatos. O ex-ministro não entra em detalhes sobre o que sabe a respeito de ilegalidades, porque ainda negocia um acordo de delação com a Justiça. “De qualquer forma, quero adiantar sobre as informações prestadas em 06/09/2017 (compra do prédio para o Instituto Lula, doações da Odebrecht ao PT, ao Instituto Lula, reunião com Dilma e Gabrielli sobre as sondas e a campanha de 2010, entre outros) são fatos absolutamente verdadeiros”, afirma.

Ele diz acreditar que, em breve, “o próprio Lula irá confirmar tudo isso, como chegou a fazer com o ‘mensalão’, quando, numa importante entrevista concedida na França, esclareceu que as eleições do Brasil eram todas realizadas sob a égide do caixa dois, e que era assim com todos os partidos”.

Carta Palocci (Foto: Reprodução)Carta Palocci (Foto: Reprodução)

Carta Palocci (Foto: Reprodução)

Carta Palocci 2 (Foto: Reprodução)Carta Palocci 2 (Foto: Reprodução)

Carta Palocci 2 (Foto: Reprodução)

Carta Palocci 3 (Foto: Reprodução)Carta Palocci 3 (Foto: Reprodução)

Carta Palocci 3 (Foto: Reprodução)

Carta Palocci 4 (Foto: Reprodução)Carta Palocci 4 (Foto: Reprodução)

Carta Palocci 4 (Foto: Reprodução)

FONTE: G1.COM

RECENTES

POPULARES

  • Rodrigo Silva

    HÁ UM MINUTO

    Luladrao ta com o escapamento dando bote!!!!

MAIS DO G1
Anterior Genro diz ter sido ameaçado pelo sogro
Next Quadrilha que aplica o golpe do cartão clonado em idosos volta a agir em Barretos

Você pode gostar também

Primeira Página

Captura de procurado

Quando realizavam patrulhamento pelas ruas da cidade os Policiais Militares, cabos Hilton e Renato, passaram pela Avenida 39 entre as Ruas 04 e 06, ocasião em que visualizaram um indivíduo

Primeira Página

BRASIL: Nuzman e ex-diretor de Comitê Olímpíco são presos em operação que investiga fraudes na escolha da Rio 2016

Carlos Arthur Nuzman e Leonardo Gryner foram presos, no início da manhã desta quinta-feira, em endereços da Zona Sul da cidade. PF e MPF investigam compra de jurados para a

Primeira Página

Estado anuncia concurso para 2,4 mil vagas

governador Geraldo Alckmin (PSDB) autorizou a abertura de concurso público para a contratação de 2.421 policiais militares. A medida faze parte de um pacote de medidas anunciado pelo tucano voltado

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta