BARRETOS: Suspeito de vender carros obtidos com golpe em locadoras paga R$ 3 mil e é solto
7 de junho de 2019 1417 Visualizações

BARRETOS: Suspeito de vender carros obtidos com golpe em locadoras paga R$ 3 mil e é solto

João Machado Borges Neto, que responde por receptação, obteve liberdade provisória durante audiência de custódia nesta quinta-feira (6).

Suspeito de vender veículos obtidos por meio de golpes em locadoras, o comerciante João Machado Borges Neto foi solto em Barretos (SP) após pagar R$ 3 mil. Os termos da liberdade provisória foram definidos durante audiência de custódia realizada nesta quinta-feira (6).

“Foram juntados nos autos toda a documentação necessária corroborando que o meu cliente se trata de um terceiro de boa-fé que nada tem a ver com qualquer tipo de fraude”, informou a defesa, em nota.

Borges Neto, que responde pelo crime de receptação, tinha sido preso na quarta-feira (5), quando a Polícia Civil também apreendeu cinco carros de luxo que estavam com ele.

Segundo seu advogado, Ramon Gonçalves da Silva, todos os veículos apreendidos foram adquiridos de maneira legítima e estão registrados no Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Golpe em locadoras

No golpe, já conhecido pelas autoridades em diferentes estados, criminosos firmam contratos de aluguel de veículos, transação normalmente feita com carteira de motorista e um cartão de crédito, mas não devolvem os automóveis às locadoras e os revendem a terceiros.

Uma brecha na legislação, que em vez de furto considera a não devolução um crime de apropriação indébita, com pena mais branda, facilita esse tipo de ação e evita que o veículo passe a ser procurado pelas autoridades. Além disso, a prática é difícil de ser descoberta porque as locadoras são obrigadas a continuar pagando pelos impostos e eventuais multas dos veículos.

Em Barretos, as investigações começaram depois de denúncias sobre transações suspeitas de um comerciante de carros.

Ao pesquisar o histórico de um desses veículos, a Polícia Civil descobriu que o proprietário anterior era uma locadora de Guarulhos (SP), segundo o delegado Antônio Alício Simões Júnior.

Ao contatarem a empresa, os investigadores apuraram que a devolução do automóvel ainda estava pendente e, a partir de então, constataram que o veículo tinha sido transferido duas vezes: a primeira para jovens e a segunda para o comerciante, que acabou preso na quarta-feira, suspeito de revender carros do esquema criminoso na região.

Segundo Simões Júnior, os veículos eram vendidos por preços abaixo do valor de mercado e ao menos um deles já foi revendido para um comprador de Ribeirão Preto (SP).

De acordo com o delegado, outras evidências obtidas, como documentos de transferências de origem suspeita, devem trazer mais informações e levar a polícia a integrantes do grupo.

Fonte: G1

Anterior BARRETOS: Armado com faca, ladrão rouba entregador de pizza em cruzamento no centro da cidade
Next BARRETOS: Ladrões furtam veículo em empresa

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/storage/4/97/12/agazetadebarretos/public_html/wp-content/themes/trendyblog-theme/includes/single/post-tags-categories.php on line 7

Você pode gostar também

Policial

REGIÃO: Filho é denunciado por abandono da mãe doente

Parentes procuraram a polícia para denunciar que o filho sacava o benefício previdênciário, mas não ajudava a mulher que está incapacitada Parentes de um mulher de 58 anos denunciaram o

Barretos

BARRETOS: Comerciante tem cheque fraudado

O comerciante A.F., 41 anos, morador na Alameda Maria Leda de Carvalho, bairro Novo Jockey, esteve na delegacia e informou que se encontrava em sua residência, quando recebeu uma ligação

Policial

BARRETOS: Câmeras flagram ladrões furtando em loja de matérias de construção

No Plantão Policial esteve o empresário V.A.C., 35 anos, informando ser proprietário de uma loja de matérias de construção, e segundo ele, elementos desconhecidos adentraram ao seu comércio e furtaram

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta