BARRETOS: Mulher registra queixa de apropriação indébita contra advogado
15 de março de 2019 1280 Visualizações

BARRETOS: Mulher registra queixa de apropriação indébita contra advogado

Uma mulher de 43 anos, moradora no bairro Nogueira, foi até a delegacia e informou que no ano de 2013, ela ingressou uma ação contra um banco de créditos e para isso veio a contratar um advogado.

De acordo com a vítima a ação prosperou e o banco foi condenado a pagar R$32.873.10, sendo o valor depositado em juízo no dia 26/06/2014, sendo este valor levantado pelo advogado da vítima que, segundo ela, não lhe repassou o dinheiro.

A vítima informou ainda que após um ano e seis meses de cobrança, já conseguiu receber junto ao advogado o valor de R$15.000.00, e em razão da demora em receber o valor integral ela foi até o Fórum de Barretos e pediu o desarquivamento do processo, onde constatou que, segundo ela, estava recebendo um valor bem abaixo do que realmente teria direito, vindo a procurar outro advogado para lhe orientar sobre o que poderia ser feito.

Por fim, foi informado pela vítima que ela ingressou com uma ação de cobrança e obteve êxito, que condenou o autor a pagar o valor de R$48.000.00, fora os honorários advocatícios, informando ainda que ingressou com reclamação no Conselho de ética da OAB/Barretos, onde corre processo administrativo naquele órgão.

Anterior INCÊNDIO/REGIÃO: Bombeiros isolam prédio, mas descartam risco de nova explosão
Next BARRETOS: Filho ameaça matar pai que esta em tratamento contra o câncer por causa de dinheiro

Você pode gostar também

Policial

BARRETOS: Menina de 13 anos é vítima de sequestro, cárcere privado e estupro de vulnerável

Uma menina de 13 anos, moradora no bairro Luis Spina, foi vítima de sequestro, cárcere privado e estupro de vulnerável, segundo Boletim de Ocorrência registrado no Plantão Policial. Segundo informações

Barretos

BARRETOS: Furto em interior de ônibus escolar

No Distrito Policial esteve o motorista W.L.C., 42 anos, morador no bairro Christiano Carvalho, e ele informou que deixou o ônibus escolar que ele dirige, devidamente estacionado e trancado em

Policial

Discussão e agressão entre pai e filha termina na delegacia

Na delegacia estiveram os Policiais Militares, cabos Medeiros e Silvério, apresentado as partes V.I.S., mulher, 27 anos, moradora na Rua 30, bairro Fortaleza, e seu pai, o marceneiro J.A.S., 54

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta