Polícia Federal de Rio Preto incinera mais de sete toneladas de drogas
30 de abril de 2021 430 Visualizações

Polícia Federal de Rio Preto incinera mais de sete toneladas de drogas

Segundo a PF, entre os entorpecentes estavam 6.493 quilos de maconha, 533 quilos de cocaína, 188 comprimidos de ecstasy e 15 selos de LSD.

A Polícia Federal (PF) de São José do Rio Preto (SP) incinerou mais de sete toneladas de drogas em uma usina de cana-de-açúcar da região, na manhã desta sexta-feira (30).

Segundo informações divulgadas pela PF, entre os entorpecentes estavam 6.493 quilos de maconha, 533 quilos de cocaína, 188 comprimidos de ecstasy e 15 selos de LSD.

De acordo com a PF, as drogas apreendidas nos últimos meses de 2020 e em 2021 foi incinerada após autorização judicial e contou com a presença de policiais federais, agentes da Vigilância Sanitária e um representante do Ministério Público Federal.

 

Fonte: G1
Anterior REGIÃO: Comerciante reage a tentativa de roubo e esfaqueia criminoso
Next BARRETOS: Boletim Informativo Covid-19. 30/04/2021

Você pode gostar também

Últimas Notícias

BARRETOS: Polícia localiza arma em lixeira na Avenida Messias Gonçalves

Os Policiais Militares, cabos Pereira e Ricardo, informaram na delegacia que eles foram acionados pelo COPOM a comparecerem até a Avenida Messias Gonçalves, em um local próximo ao bairro Zequinha

Últimas Notícias

REGIÃO: Fotógrafa desmaia após apanhar duas vezes no mesmo dia do namorado

Uma fotógrafa, de 32 anos, moradora no Jardim Nazareth, em Rio Preto, foi vítima de violência doméstica duas vezes neste domingo. Ela desmaiou na segunda agressão. O namorado, um auxiliar

Últimas Notícias

BARRETOS: Atendente é agredido por colega de trabalho em posto de combustíveis

O atendente E.A.F.C., 25 anos, morador no bairro Fortaleza, noticiou na delegacia que ele estava em seu local de trabalho, no caso um posto de combustíveis, ocasião em que o

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta