7 de junho de 2017 0 289 Visualizações

Violação de domicilio e dano no Jardim dos Coqueiros

Uma mulher de 46 anos, morador ano Jardim dos Coqueiros e que se identificou como M.R.O., esteve na delegacia e informou que foi casada com o comerciante R.J.D., 40 anos, pelo período de 22 anos, tendo três

filhos deste relacionamento, estando o casal separados há cerca de 7 anos.

Disse a vítima que através das redes sociais, ela veio a se desentender com sua ex-sogra e depois disso o seu ex-sogro telefonou para uma de suas filhas e a xingou com palavras grosseiras e de baixo calão.

No dia seguinte seu ex-marido foi até a sua residência, arrombou o portão do e invadiu o imóvel, danificou o motor do portão eletrônico, quebrou a máquina de lavar roupas, a porta do armário do balcão, o guarda roupas, o vidro do aparadouro e a caixa de som de seu veículo.

Ainda de acordo com a vítima, depois disso o homem ainda ofendeu sua mãe com diversas palavras de baixo calão, mas a mesma não quis comparecer até a delegacia para registrar os fatos, sendo a vítima orientada sobre prazo e trâmite para representar contra o autor, tendo ela manifestado interesse em processar criminalmente seu ex-marido, e como representante legal de sua filha ela não pretende representar contra seu ex-sogro.

Fonte: Mazinho Dias

Anterior Mulher é agredida, ameaçada e roubada no centro da cidade
Next Furto em residência no bairro Clementina

Você pode gostar também

Policial

BARRETOS: Acusado de atropelar crianças se apresenta a policia

O acusado de atropelar quatro crianças, na noite do último sábado, na Avenida Messias Gonçalves em Barretos, se apresentou na tarde de ontem no 1° Distrito Policial. Ele foi ouvido

Policial

REGIÃO: Gravida mantida presa por marido em casa é libertada após filho entregar carta de socorro a assistente social

Grávida de quatro meses, vítima escreveu texto e pediu ao menino de 10 anos para buscar ajuda, em São José da Bela Vista. Suspeito de 23 anos não aceitava separação

Policial

BARRETOS: Mulher deixa carro para mecânico reformar e veículo é vendido sem o seu consentimento

Na delegacia esteve a senhora S.S., 61 anos, moradora na Avenida 49, bairro Celina, ela relatou que é proprietária de um veículo Astra, ano 2002, cor cinza, o qual é