Vigilante diz ter sido ameaçado com uma arma quando foi acertar sua rescisão de trabalho
2 de junho de 2017 1682 Visualizações

Vigilante diz ter sido ameaçado com uma arma quando foi acertar sua rescisão de trabalho

O vigilante T.J.S.L., 33 anos, informou que trabalhou em uma empresa de monitoramento na função de vigilante/controlador de acesso, com registro em carteira pelo período de apenas quatro meses, cujo contrato havia sido assinado no dia do registro da ocorrência.

No dia anterior a vítima havia pedido demissão do trabalho, sendo as contas somadas e a ele foi informado que ele teria a quantia de R$4.818.00 para receber e a rescisão seria elaborada no dia do registro da ocorrência.

Porém, segundo a vítima, quando ele esteve em outro estabelecimento, onde seria feita a rescisão, que também de propriedade do seu ex-patrão, lhe foi entregue alguns papeis para assinar e quando a vítima os verificou, para seu espantou, constatou que não tinha nada para receber, pois no acerto constava um valor pertinente ao conserto de um veículo da empresa, cuja alegação o vigilante alega ser inverídica.

Ainda de acordo com a vítima, ao se recusar a assinar os papéis, seu ex-patrão colocou uma pistola, de cor preta, em cima da mesa, e mandou ele assinar a documentação.

Se sentindo ameaçado, a vítima pegou os papeis e deixou o local, procurando a delegacia, onde foi orientado a ir até a Delegacia do Trabalho para resolver a rescisão trabalhista, bem como foi orientado sobre o trâmite e prazo, caso tenha interesse em representar contra o autor.

Fonte: Mazinho Dias

Anterior Estudante tem mala extraviada ao retornar de viagem internacional
Next Menores são detidos traficando drogas no bairro Dom Bosco

Você pode gostar também

Policial

BARRETOS: Ladrões furtam baterias e outros objetos do ônibus “Castra Móvel”

O funcionário público M.A.R.S., 49 anos, informou na delegacia que ele é o responsável pelo ônibus “Castra Móvel”, de propriedade da Prefeitura de Barretos, o qual fica estacionado na Rua

Policial

Na posse de um facão, cunhado ameaça mulher no bairro Leda Amêndola

Uma mulher de 54 anos, moradora na Rua João Alberto Minaré, bairro leda Amêndola, e que se identificou como R.R.S.A., noticiou na delegacia que ela estava em sua residência quando

Barretos

BARRETOS: Ladrões furtam caminhão e três toneladas de materiais em ferro velho

O auxiliar de produção O.V.S., 39 anos, morador no bairro Dom Bosco, foi até a delegacia na condição de representante do ferro velho em que ele trabalha, haja vista seu

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta