Trabalhadora rural é agredida no “acampamento sem terra”
8 de setembro de 2017 627 Visualizações

Trabalhadora rural é agredida no “acampamento sem terra”

Um caso de violência doméstica e lesão corporal foram registrados no Acampamento Zulmira Gonçalves, localizado as margens da estrada que dá acesso as contendas.

Segundo informou a trabalhadora rural R.N.S., 25 anos, há cerca de dois nãos ela possui união estável com o trabalhador rural R.C.C., 25 anos e ambos são residentes no acampamento, porém já faz seis meses que o casal vem se desentendendo, visto que o homem é usuário de cocaína e para alimentar seu vicio ele vende objetos dele e também da vítima.

Desta vez, segundo a mulher, o homem se apossou de seu celular e o trocou por cocaína em um ponto de trafico no bairro Santana, vindo a passar a noite usando drogas, chegando ao acampamento, somente por volta das 6 horas, quando então ambos entraram em discussão por causa do celular.

Em determinado momento da discussão o homem a agrediu com um soco na cabeça,apertou seu braço esquerdo e desferiu um pontapé em sua perna esquerda, ocasionando-lhe lesões.

Quando a vítima o alertou que estaria registrando ocorrência da agressão que sofreu, o homem se evadiu do local.

Anterior Filho exige que pai deixe residência e caso vai parar na polícia
Next Segurança tem empréstimo e transferências indevidas em sua conta

Você pode gostar também

Barretos

EMPREGO: VAGAS DISPONÍVEIS PARA AMANHÃ 29/03/2018

ATENÇÃO:  O ATENDIMENTO AS VAGAS DE EMPREGO SERÃO FEITAS EXCLUSIVAMENTE NO POUPATEMPO – LOCALIZADO AO LADO DO NORTH SHOPPING DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA: DAS 8H00 AS 17H00 E AOS SÁBADOS:

Barretos

BARRETOS: Ladrões invadem residência e furtam diversos itens no bairro Jardim Anastácio

A cozinheira A.C.P.M., 29 anos, informou no Plantão Policial que ela estava viajando, tendo ficado fora de sua residência, situada a Rua Felipe Scanavinno, Jardim Anastácio, por quase uma semana,

Policial

REGIÃO: Adolescente esfaqueada 32 vezes pelo tio por ‘vingança’ se recupera e agradece PMs que a socorreram

Garota de 15 anos recebeu visita de policiais militares após escrever carta agradecendo trabalho da corporação, em Paulo de Faria. Tio da vítima foi preso e teve prisão preventiva decretada.

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta