Trabalhador tem até dia 30 para sacar o abono
20 de junho de 2017 1371 Visualizações

Trabalhador tem até dia 30 para sacar o abono

O valor varia de R$ 78 a R$ 937, dependendo do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2015.

Os trabalhadores com direito ao abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e o do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) referente a 2015 têm até o dia 30 de junho para ir a uma agência bancária sacar o benefício. O valor varia de R$ 78 a R$ 937, dependendo do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2015.

O Ministério do Trabalho (MTb) orienta os trabalhadores a não deixar para a última hora para não correrem o risco de perder o benefício. Depois de encerrado o período de saques, o dinheiro que não foi resgatado voltará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e será usado para o pagamento de benefícios como o seguro-desemprego e o abono salarial do próximo ano.

Até o dia 31 de maio, 1,83 milhão de trabalhadores ainda não tinham sacado o abono , o que corresponde a 7,56% do total de pessoas com direito ao benefício. O valor disponível para saque é de R$ 1,28 bilhão.

Tem direito ao abono salarial ano-base 2015 quem está inscrito no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos; trabalhou formalmente por, pelo menos, 30 dias em 2015 com remuneração mensal média de até dois salários mínimo; e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual deInformações Sociais (Rais).

O valor do abono é proporcional ao tempo que a pessoa trabalhou com carteira assinada em 2015. Se ela trabalhou, por exemplo, durante os 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 937). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78) e assim sucessivamente.

Anterior Operação Delta Fake: 13 foram presos suspeitos de fraude
Next Idosa é vítima de estelionatário que se passava por funcionário da prefeitura

Você pode gostar também

Primeira Página

NOTÍCIAS PELO BRASIL: Professor de direito diz em sala de aula que ‘mulher gosta de apanhar’

Professor de direito diz em sala de aula que ‘mulher gosta de apanhar’ Situação aconteceu em aula voltada para concurseiros, em Curitiba; ‘Foram brincadeiras, como tantos humoristas realizam’, explicou o

Policial

Violação de domicilio e dano no Jardim dos Coqueiros

Uma mulher de 46 anos, morador ano Jardim dos Coqueiros e que se identificou como M.R.O., esteve na delegacia e informou que foi casada com o comerciante R.J.D., 40 anos,

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta