SAÚDE: Especialistas recomendam manutenção de ar-condicionado para evitar doenças respiratórias
11 de dezembro de 2018 195 Visualizações

SAÚDE: Especialistas recomendam manutenção de ar-condicionado para evitar doenças respiratórias

Segundo o médico otorrinolaringologista, a recomendação médica é que tanto em casa como no trabalho seja feita a manutenção com frequência.

A chegada do verão e altas temperaturas faz com que o uso de ar-condicionado fique frequente. Porém, para evitar o surgimento de doenças respiratórias nessa época do ano, é necessário que haja a limpeza nos aparelhos.

Segundo o médico otorrinolaringologista Salvador do Carmo Rodrigues, a recomendação médica é de que seja feita a manutenção nos carros, nos escritórios e, principalmente, em casa.

“Se você não faz a manutenção e a troca do filtro, pode acumular poeira do meio externo, ácaros, vírus, bactérias e fungos. Consequentemente, se não faz essa limpeza pode sofrer doenças respiratórias, como rinite, sinusite e até pneumonia”, conclui.

Em um salão de beleza, por exemplo, o ar-condicionado já havia sido limpo há seis meses, mas já acumulou sujeira. Os filtros, que são as placas que bloqueiam as impurezas, estavam cheios de poeira.

Segundo a Juliana Vieira Nunes Martins, que é dona de uma empresa de ar-condicionado, quando o aparelho está assim, significa que é o momento para limpá-lo.

“Já passou é da hora por causa do acúmulo de sujeira. Ela acumula no filtro e na hora de filtrar o ar acaba pingando. Como mexe com química, fica tudo acumulado dentro do aparelho, junto com a poeira”, conta.

Ela explica que o ar condicionado de casa deve ser limpo uma vez por ano. Já nos estabelecimentos comerciais essa manutenção depende do tipo de comércio, mas em geral a limpeza deve ser feita a cada seis meses.

Como limpar?
Para ajudar a manter o aparelho limpo, Juliana Vieira recomenda que as pessoas lavem o filtro com água e sabão pelo menos uma vez por mês. Esse cuidado ajuda a evitar um gasto maior.

“A poeira acaba danificando um monte de peça. Pode queimar placa, turbina e, com isso, o gasto vai ser maior”, afirma.
Segundo a farmacêutica homeopata Izildinha Campos, no local há um cronograma de limpeza para evitar contaminações.

“A limpeza é quinzenal. A empresa de manutenção de ar-condicionado faz a cada 3 meses e a cada seis meses retiraram o aparelho, levam para a oficina e desmontam completamente e lavam”, conta.

Além disso, o ar-condicionado do carro também precisa de cuidados. Nesse caso, o ideal é realizar a troca a cada seis meses, independente da marca ou modelo do veículo.

Anderson Carlos da Costa é instalador de acessórios e conta que faz pelo menos três trocas de filtros por dia. Mas com a chegada do verão a procura por esse serviço é maior.

“Quando o verão chega e começa a esquentar, o pessoal lembra de usar o ar condicionado”, conta.

Além da troca do filtro de ar, o ideal é fazer uma higienização de todo o sistema de refrigeração para evitar o acúmulo de fungos e bactérias no carro.

Fonte: G1
Anterior BARRETOS: Policia localiza carro havia sido roubado em residência de idosos
Next BARRETOS: Casa e empresa de presidente da Câmara são alvos da PF na Operação Ross

Você pode gostar também

Policial

REGIÃO: Jovens são atropelados ao parar para trocar pneu de carro

Acidente ocorreu na noite de domingo (14) na avenida Patriarca, na zona Oeste de Ribeirão Preto Dois jovens foram atropelados na noite de domingo (14), quando trocavam pneu do carro

Policial

BARRETOS: Aposentada perde carteira e tem prejuízo de R$7.600.00

A aposentada D.B.M., 70 anos, residente a Rua Peru, bairro América, esteve na delegacia informando que ela foi até a agência bancária em que é cliente para efetuar um saque,

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta