REGIÃO: Após acidente com carro paroquial, padre de igreja no Vale do Sol é afastado
12 de junho de 2018 1575 Visualizações

REGIÃO: Após acidente com carro paroquial, padre de igreja no Vale do Sol é afastado

Bispo nomeia pároco da Nossa Senhora do Carmo para assumir função interinamente

O padre José Roberto Bettoni foi afastado de suas funções na Paróquia Nossa Senhora do Vale, no Vale do Sol. Ele estava comandado a comunidade católica há três meses. A decisão foi tomada pelo bispo da Diocese de São Carlos, Paulo Cesar Costa, após o carro paroquial ter sido cedido a pessoas não ligadas à igreja e se envolvido em um acidente com vítima fatal.

Quem assumirá a igreja no Vale do Sol é o padre Cristian Henrique Capelatto, pároco da Nossa Senhora do Carmo. Por ora, ficará responsável pelas duas comunidades.

Capellato se apresentou na noite desta segunda-feira (11), a membros da comunidade católica e recebeu apoio dos fiéis. “O bispo me designou como responsável por tempo indeterminado até quando ele decidir pela colocação de um padre fixo aqui. Sou vigário episcopal na nossa região, então representou o bispo. Assim, ele pediu para eu fazer esse trabalho e com certeza aceitei com carinho por causa da comunidade, que caminha na fé”, comentou o padre à imprensa.

Na reunião, os fiéis lançaram um abaixo-assinado pedindo a permanência do padre Bettoni na comunidade. Apesar o erro, eles entendem que o religioso estava fazendo um bom trabalho. No entanto, essa é uma decisão que caberá ao bispo. O mais provável é que, daqui a alguns meses, um novo sacerdote deva assumir a Paróquia.

O uso irregular do carro 
O padre Bettoni cedeu o carro da igreja para o policial militar de Araraquara Deivid Ometo, de 23 anos, que se envolveu em um acidente acusado de dirigir embriagado na madrugada do dia 2 de junho. Na colisão, o veículo, um Fiat Uno ficou totalmente destruído e um amigo do policial, Danilo Fernando Correa, de 31 anos, morreu.

O militar vai responder em liberdade o inquérito por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Os amigos saíram de Santa Lúcia e foram para uma festa em Gavião Peixoto. Na madrugada, no km 74 da Rodovia Antônio Machado Sant´Anna (SP-255), estrada que liga Araraquara a Ribeirão Preto, quando os amigos voltavam para casa, o carro, um Fiat Uno bateu com o lado do passageiro na traseira do caminhão carregado com cana-de-açúcar. Após a colisão, o carro pegou fogo.

Ometo, que trabalhava em Pirituba e estava de folga, conseguiu sair do veículo e retirar o corpo do amigo que não resistiu. O teste do bafômetro constatou a embriaguez.

Na ocasião, em nota, a diocese informou apenas que os veículos paroquiais devem ser utilizados estritamente para as atividades religiosas e de locomoção dos sacerdotes, preservando a missão da igreja, ainda quando concedidos a terceiros.

 

Fonte: acidadeon.com

Anterior BARRETOS: Moto é furtada no bairro Monte Castelo
Next BARRETOS: Vítima tem celulares, cartão bancário, dinheiro e outros objetos furtados de sua residência

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/storage/4/97/12/agazetadebarretos/public_html/wp-content/themes/trendyblog-theme/includes/single/post-tags-categories.php on line 7

Você pode gostar também

Policial

BARRETOS: Ladrão invade residência e causa ferimentos na vítima ao bater com a porta do quarto em sua cabeça

Na delegacia esteve o funcionário público A.C.R.L., 67 anos, informando que sua tia, senhora M.H.R., 79 anos, reside em um imóvel a Rua 26, centro da cidade, e de acordo

Barretos

BARRETOS: Operação da Policia Militar prende maior e apreende dois menores por tráfico no bairro Santana

Os Policiais Militares, tenente Luiz Neto e cabo Vasconcelos, apresentaram no Plantão Policial o auxiliar de serviços gerais C.C.G.F.S., 26 anos, morador na Travessa Mato Grosso, bairro Bela Vista, assim

Barretos

BARRETOS: Pai denuncia filho por furto em sua residência

Na delegacia esteve o motorista V.E.P., 55 anos, noticiando que reside na Avenida 1, bairro Fortaleza, e ele é pai do desempregado V.A.P., 32 anos. Em seu relato a vítima

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta