Policíais da ROCAM apreendem moto que ostentava placa sem registro e numeração suprimida
19 de julho de 2017 385 Visualizações

Policíais da ROCAM apreendem moto que ostentava placa sem registro e numeração suprimida

Policiais Militares da ROCAM, os cabos Claudinei e Rodrigo Ribeiro, apresentaram no Plantão Policial uma motocicleta Yamaha XT 660, vermelha, que foi apreendida para melhor apuração sobre sua procedência.

Segundo consta, há cerca de 30 dias atrás o cabo Rodrigo Ribeiro visualizou uma motocicleta Yamaha XT 660, branca, que ostentava a mesma placa desta motocicleta XT 660, vermelha, e na ocasião ele realizou uma pesquisa sobre o numero daplaca da moto e o resultado apresentado foi de “numeração sem registro”.

Foi então passado aos Policiais Militares que em Barretos estava circulando uma motocicleta com estas características e a numeração daplaca constava como inexistente e desta vez os Policiais da ROCAM se encontravam nas proximidades do Terminal Rodoviário, mais precisamente na Rua 32 com a Avenida 37, quando visualizaram passando por lá uma moto Yamaha XT 660, vermelha, a qual era conduzida por uma mulher, e a moto ostentava a mesma placa verificada na moto XT 600, branca, que em pesquisa sua placa constou como inexistente.

A situação chamou a atenção dos Militares que deliberaram por fazer o acompanhamento junto à condutora damoto, que veio a estacionar na Avenida 33 entre as Ruas 28 e 30.

Assim que foi abordada, a condutora da moto se identificou como B.F.S., 21 anos, moradorano bairro Henriqueta, e quando indagada sobre a procedência da moto que ela conduzia a mulher afirmou que havia pegado a moto emprestada de um mecânico, pois havia deixado a sua moto na oficina para manutenção e como ela precisava ir até o prédio da antiga Prefeitura, utilizou aquele veículo.

Os policiais então solicitaram que ela informasse o nome do mecânico e da oficina em que ela havia deixado sua moto, tendo a mulher respondido que o mecânico é conhecido como “Pet” e a oficina seria na Avenida Messias Gonçalves.

Diante destas informações os policiais da ROCAM foram até a oficina apontada pela mulher e mantiveram contato com o proprietário, o qual afirmou que ali não havia nenhum mecânico com o nome “Pet”, e que também não havia nenhuma moto daquela mulher realizando manutenção na oficina.

Diante de sua contradição a mulher mudou a versão e disse aos policiais que na verdade há cerca de uma semana atrás ela realizou a troca de um veículo Gol, ano 1994, branco, por aquela motocicleta, sendo a moto adquirida junto a um indivíduo chamado “Peterson”.

Enquanto a mulher estava sendo interpelada pelos policiais, chegou ao local o marido dela, que se identificou como L.M.S., confirmando que a moto havia sido adquirida em uma troca com um veículo Gol e apresentando uma nota de leilão, que seria de uma motocicleta Yamaha XT 660, vermelha, porém o documento não apresentava a descrição damoto e continha rasuras, impedindo a identificação de quem a arrematou no leilão que havia sido realizado no dia 02/04/2013.

Também chamou a atenção dos policiais o fato de que o chassi damoto está com sua numeração toda suprimida, diferente de moto vendida em leilão, que possui os últimos quatro números intactos.

A moto também apresentava a numeração do motor, totalmente suprimida, o que foi determinante para que o veículo fosse recolhido a fim de ser constatada sua real procedência.

Foi elaborado um Auto de Apreensão e a moto foi recolhida ao pátio da Secretaria de trânsito.

Anterior Mulher registra queixa por calúnia
Next Furto em residência no bairro Henriqueta

Você pode gostar também

Barretos

BARRETOS: Projeto para criação de taxas sobre o lixo e cemitério é retirado

Com a câmara municipal lotada nesta Segunda-feira (18), o Presidente da casa Leandro Anastácio colocou em votação o pedido de retirada dos projetos que criaria as taxas sobre a coleta

Barretos

BARRETOS: Câmeras flagram ladrão furtando restaurante no centro da cidade

No Distrito Policial esteve a atendente N.R.O.I., 27 anos, informando que trabalha em um restaurante na Avenida 17, centro da cidade, e que durante a madrugada, elemento desconhecido adentrou ao

Policial

BARRETOS: Exercício arbitrário das próprias razões

O comerciante H.Q., 55 anos, morador no bairro Rios, esteve no Distrito Policial noticiando que alugou da esposa do indiciado A.A., um imóvel na Avenida Fraternidade Paulista, sendo o término