Nota Oficial da Prefeitura sobre a morte de criança em creche municipal
12 de julho de 2017 1898 Visualizações

Nota Oficial da Prefeitura sobre a morte de criança em creche municipal

Nota oficial

A Prefeitura de Barretos está dando toda assistência à família da criança Lívia Miranda Sartori de Carvalho, de sete meses incompletos, que teve óbito constatado na Santa Casa de Misericórdia na tarde desta quarta feira, 12 de julho/2017. A criança não acordou do descanso junto com as outras na CEMEI/creche Mãe Comerciária e foi inicialmente atendida por uma equipe do SAMU, após solicitação da direção da unidade de educação infantil.
A equipe do SAMU iniciou os procedimentos de reanimação e encaminhou a criança para a Santa Casa, onde deu entrada às 14h24. Segundo funcionários da creche, a criança não apresentou nenhum sinal de doença ou comportamento anormal até adormecer. A Prefeitura está aguardando o resultado da perícia com a definição da causa da morte para avaliar a situação.

O Jornal A Gazeta de Barretos deixa aqui nossos pêsames aos familiares pela sua perda. Posso imaginar o tamanho da sua dor, mas tenha força e não perca a esperança de um reencontro na eternidade”.

Anterior Motociclista sofre ferimentos após atropelar cachorro
Next Em 40 dias, Barretos e região registra onze assassinatos

Você pode gostar também

Policial

BARRETOS: Dona de pitbulls que atacaram shith tzu relata sua versão e afirma que tentaram envenenar seus animais

  Moradora na Avenida 67, bairro Jockey Clube, a senhora A.A.M., 42 anos, esteve no Distrito Policial informando que há dois anos e meio ela é proprietária de duas cadelas

Bebedouro

REGIÃO: Ônibus capota com trabalhadores rurais

O acidente ocorreu no começo da noite desta Quarta-feira(01), a Policia Militar de Bebedouro foi acionada via COPOM para atender uma ocorrência de capotamento de um Ônibus, vitimando aproximadamente 20(Vinte) pessoas, sendo trabalhadores rurais

Policial

RIO PRETO: Noivo forjou sequestro para fugir de casamento

Polícia de Rio Preto (SP) apurou que a vítima pagava estadias e viagens para organizar cerimônia que não aconteceu. Advogado Marcelo Henrique Morato Castilho está foragido. O delegado que investiga

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta