Neymar é acusado de estupro em Paris; mulher fez BO em São Paulo
2 de junho de 2019 501 Visualizações

Neymar é acusado de estupro em Paris; mulher fez BO em São Paulo

Veja o boletim de ocorrência completo feito pela vítima

Uma mulher registrou um Boletim de Ocorrência (BO) acusando de estupro o atacante Neymar, do PSG e da Seleção Brasileira. De acordo com o documento, registrado nesta sexta-feira (31) na 6ª delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, na capital paulista, o fato teria ocorrido no dia 15 de maio, em Paris, na França. O nome da mulher é mantido em sigilo.

A acusação é de que Neymar conheceu a mulher por meio das redes sociais (Instagram). Consta no BO que, após o diálogo, ficou acertado, através de um amigo do jogador denominado Gallo, que Neymar arcaria com os custos de passagem e hospedagem para ela viajar à França para conhecer o craque. Ainda de acordo com o documento, a vítima ficaria hospedada a partir de 15 de maio no Sofitel Paris Arc Du Triomphe e, por volta das 20h, Neymar teria chegado embriagado ao hotel.

De acordo com o boletim, após trocas de carícias, a mulher acusou Neymar de ficar agressivo e, mediante violência, ter praticado relação sexual sem o consentimento da vítima. Ela disse no depoimento que voltou ao Brasil no dia 17 de maio e que estava abalada emocionalmente e com medo de registrar a ocorrência.

O pai e empresário do jogador negou a acusação e se pronunciou sobre o assunto em entrevista à TV Band. “Neymar conseguiu guardar as conversas e tudo o que se fala sobre a relação com o Neymar. Em nenhum momento fez isso. Sei que meu filho pode ser acusado de muitas coisas, mas sei o menino que ele é. Sei o homem que Neymar é; então, é filho de pai e mãe. Desta vida, a gente vai fazer com que a justiça venha o mais rápido possível”, declarou. 

O jogador está com a Seleção Brasileira para a disputa da Copa América, que começa no dia 14 de junho. Neste sábado (1), ele treinou normalmente no período da manhã e depois ganhou folga no restante do dia, assim como os outros jogadores. A reapresentação está marcada para acontecer no fim da manhã deste domingo (2). 

Embora, segundo a mulher, o caso tenha acontecido em Paris, o estupro pode ser investigado no Brasil. Neymar, nesse caso, seria julgado com base nas leis brasileiras por causa do princípio da “extraterritorialidade”. De acordo com o Código Penal, no sétimo artigo, crimes cometidos por brasileiros, mesmo que no exterior, ficam sujeitos à lei brasileira.

A Secretaria de Segurança Pública, através de sua assessoria de imprensa, resumiu a situação e não forneceu maiores detalhes. “Houve uma denúncia registrada pela vítima na 6ª DDM. O inquérito policial segue em sigilo”, explicou em nota.

Clique aqui para ver o Boletim de Ocorrência completo.  

Veja o relato da vítima no Boletim de Ocorrência: 

“Comparece nesta Especializada a vítima qualificada sob o provimento CG 32/2000, noticiando que conheceu Neymar da Silva Santos Junior através das redes sociais (Instagram) e passaram a trocar mensagens. A vítima afima que Neymar lhe convidou para encontrá-lo em Paris e seu assessor “Gallo” entrou em contato com a mesma na data de 12/05/2019 e forneceu as passagens e hospedagem. A vítima afirma que embarcou na data de 14/05/2019, chegando em Paris na data de 15/05/2019, hospedando-se no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. A vítima afirma que na mesma data, Neymar chegou por volta das 20:00 no hotel, aparentemente embriagado, começaram a conversar, trocaram “carícias”, porém em determinado momento, Neymar se tornou agressivo, e mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima.

A vítima afirma que foi em bora de Paris na data de 17/05/2019 retornando ao Brasil. A vítima afirma que estava abalada emocionalmente e com medo de registrar os fatos em outro país, decidindo registrá-los nesta Especializada em razão de seu endereço residencial. Com base no Princípio de Extraterritorialidade, bem como as partes serem brasileiras, o presente Boletim de Ocorrência foi registrado nesta Especializada, inclusive para fins de encaminhamento aos exames que se fizerem necessários. Informo, por fim, que demais informações a respeito dos fatos foram colhidas em termos próprios, bem como documentos pertinentes. Nada mais”. 

Anterior COLINA: Justiça concede mandado de prisão de suspeito de envolvimento no crime no CASO “BRANCO”
Next MONTE AZUL PAULISTA: Um maior foi preso e um menor apreendido por tráfico

Você pode gostar também

Primeira Página

Horário de verão termina neste fim de semana

Moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem ajustar relógios em 1 hora e ficar atentos à configuração do celular. O horário de verão de 2018, que começou no dia

Policial

Policia Militar prende homem com sacola de drogas na Avenida João Cavalini

Em patrulhamento pelas ruas da cidade, os Policiais Militares, cabo Alex e soldado Palerosi, passaram pela Avenida João Cavalini com a Rua Mario Vicentini, nas proximidades dos “Predinhos”, quando então

Primeira Página

Mulher é agredia e homem é ameaçado no bairro Christiano Carvalho

As vítimas N.R.P., mulher, 30 anos e L.P., homem, 33 anos, ambos moradores no bairro Christiano Carvalho, estiveram na delegacia e informaram que tiveram uma desavença com uma pessoa conhecida

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta