Mulher registra queixa de furto em sua casa
7 de agosto de 2017 392 Visualizações

Mulher registra queixa de furto em sua casa

As vítimas E.R.S., mulher, 37 anos e L.R.O.M., mulher, 24 anos, moradoras no Conjunto Vida Nova, estiveram no Plantão Policial e informaram que a primeira conheceu a L.R.O.M. em uma rede social, assim como também conheceu a K.M., mulher, e para que a E.R.S. ganhasse um dinheiro ela alugou dois quartos da casa em que ela reside para as duas mulheres, sendo cada um dos quartos alugado por R$350.00.

Ocorre que L.R.O.M., permaneceu ocupando o cômodo por três meses e após isso ela se mudou para outro endereço, enquanto que a inquilina K.M., continuou ocupando o outro quarto por dois meses, pagando corretamente o aluguel.

Ocorre que há cerca de duas semanas a dona da casa pediu que a K.M., desocupasse o quarto, visto que estava tendo problemas com ela, a qual tem um temperamento difícil.

Na manhã da data do registro da ocorrência, por volta das 08h30, a dona da casa saiu para trabalhar e retornou por volta das 12h40, e ao adentrar a sua casa, reparou que a porta da sala estava aberta, e ao olhar em direção ao quarto da K.M., que mantinha a porta aberta, viu que o quarto encontrava-se vazio e logo constatou que ela tinha ido embora.

A dona da casa então passou a observar o interior da residência e aos poucos foi dando pela falta das lâmpadas que estavam devidamente
instaladas, todo o material de limpeza como detergentes e desinfetantes e um pacote contendo oito rolos de papel higiênico haviasumido, e verificando mais detalhadamente, em outras dependências da casa,pelo
quintal, deu por falta da vassoura,e do rodo,  inclusive a mesma levou consigoaté o tapete de 1.50 m que estava no chão da sala,   além de outros pequenos objetos.

Ainda de acordo com a vítima a autora, também, subtraiu cremes e tapetes de propriedade da L.R.O.M., a qual, apesar de ter deixado as coisas na casa,já tinha avisado para a vítima que retornaria para buscá-las.

Por fim, foi relatado pela vítima que ela tentou contato no celular da autora e como não logrou êxito, foi a procura-la em seu local de trabalho, mas também não a encontrou, sendo que por volta das 16h, a vítima recebeu uma mensagem da autora, a qual a questionou sobre a historia de ela ter “roubado”, qualquer coisa e que ela não era a única que tinha a chaves do imóvel, dando a entender que a L.R.O.M., poderia ter retirado os objetos da casa.

 

Anterior Homem é ameaçado de morte em discussão no transito
Next Menor é detido com cocaína no bairro Marília

Você pode gostar também

Policial

REGIÃO: Motorista do Uber perde R$ 400 em roubo

Um motorista rio-pretense que trabalha para o aplicativo Uber foi vítima de rouba na madrugada deste domingo, 3 Um motorista rio-pretense que trabalha para o aplicativo Uber foi vítima de

Barretos

Capotamento acaba em furto e prisão

Um industriário de 29 anos, identificado como J.W.N., morador no bairro Dom Bosco, que estava na condução de um veículo que sofreu capotamento na Avenida Dom José de Matos Pereira,

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta