Mulher é encontrada nua e com sinais de violência física no bairro Alto Sumaré
13 de junho de 2017 2980 Visualizações

Mulher é encontrada nua e com sinais de violência física no bairro Alto Sumaré

No Plantão Policial estiveram as partes A.A.S., mulher, 44 anos, residente no bairro Monte Alegre e a Z.R.G.S., 35 anos, residente na cidade de Mogi Guaçu.

As duas informaram que são irmãs da vítima V.R.G.V., 37 anos, moradora na Rua Opala, bairro Alto Sumaré, e elas estavam preocupadas porque há cerda de dois dias a vítima V.R.G.V., não atendia as ligações, não respondia as mensagens no WhatsAPP e também ninguém tinha notícia de seu paradeiro.

Após o seu expediente no trabalho a declarante A.A.S., foi até a casa da vítima que quando lá chegou se deparou com uma ambulância do SAMU e duas viaturas policiais.

A vítima encontrava-se dentro da ambulância do SAMU para ser socorrida e em contato com as pessoas que ali estavam a declarante foi informada que sua irmã havia sido encontrada nua em cima da cama e estava com muita dificuldade para se comunicar, sendo informado ainda que ela gesticulava tentando dizer alguma coisa, mas ninguém conseguia entender.

A vítima foi levada para a Santa Casa e sua irmã também e dirigiu ao hospital, onde foi informada pelo médico que, a princípio, ele desconfiava que a vítima teria sofrido um AVC, pois parte do corpo estava todo paralisado.

Depois disso foi constatado que a vítima apresentava também hematomas por todo o corpo, além de um hematoma na região do olho direito, e que isso poderia ter sido em razão de alguma queda, todavia havia lesões nas

pernas, braços, cotovelos, costas e cabeça, além de um corte no pé que sangrava.

Diante desta situação as irmãs se dirigiram até a casa da vítima e observaram que a quina da parede do quarto em que ela foi encontrada estava quebrada a parede, o quarto estava todo revirado, a base da pia do banheiro estava quebrada e em conversa com três vizinhos que moram na frente as irmãs foram informadas que eles escutaram durante a madrugada da última quinta-feira, uma mulher gritando, mas não imaginaram que poderia ser a vítima.

Por fim foi informado pelas irmãs que a vítima tem um namorado, o qual é o dono da casa em que ela reside e que apesar da vítima ter sido vítima desta situação ele não apareceu no hospital para saber o que tinha acontecido, sendo que os familiares dele já tinham o conhecimento dos fatos.

Esclareceu a declarante que a vítima ficou internada na sala de emergência do pronto Socorro por não haver vagas na UTI, sendo submetida a exames.

O caso foi encaminhado ao setor de investigações.

Fonte: Mazinho Dias

Anterior Mecânico é vítima de tentativa de homicídio no bairro Oriente
Next Menores são detidos dirigindo armado na Rodovia Faria Lima

Você pode gostar também

Policial

Briga no Facebook acaba em agressão em Barretos no bairro Centenário

Uma professora de 64 anos, que se identificou como M.A.R., moradora no centro da cidade, esteve na delegacia relatando que conhece a M.A.P., de longa data, e que inclusive tem

Barretos

BARRETOS: Homem cai em golpe ao tentar comprar celular pela internet

O gerente comercial P.H.F.S., 24 anos, morador no bairro São José, esteve na delegacia e relatou que após pesquisas pelo site do Instagram, se interessou por um anúncio de venda

Policial

RIBEIRÃO: PM acha maconha e cocaína em telhado de casa

Homem foi preso acusado de esconder entorpecentes na casa da mãe; dinheiro e embalo dos entorpecentes também foram apreendidos Um homem de 32 anos foi preso por tráfico de drogas