Jovem tatua nome da Mãe e ela faz um B.O. na delegacia
18 de setembro de 2017 670 Visualizações

Jovem tatua nome da Mãe e ela faz um B.O. na delegacia

Em Ribeirão Preto um jovem, de 16 anos, tatuou nome da mãe no peito; studio teria realizado o trabalho sem autorização dos pais.

A mãe de um adolescente de 16 anos procurou a Polícia Civil de Ribeirão Preto, na noite desta sexta-feira (15), para registrar um boletim de ocorrência por lesão corporal gravíssima. Na versão dela, um studio teria tatuado o menor sem autorização dos pais.

Segundo o boletim de ocorrência (BO), o jovem foi até o local, no bairro Quintino Facci II, na zona Norte da cidade, e fez uma tatuagem no peito escrito “Angela”. Ele alegou aos policiais que a escrita foi feita em homenagem a mãe e pagou R$ 20 pelo trabalho.

A mulher alega que o responsável pelo comércio não exigiu do adolescente a autorização por escrito e nem procurou os responsáveis legais – o que é exigido por lei, de acordo com o artigo 129 do Código Penal. O ato é de natureza gravíssima, pois “resulta em deformidade permanente”.

No BO consta, ainda, que o menor tem diabetes tipo 1 e, por consta disso, tem problemas de cicatrização. (Colaboração: Gabriela Couto)

Fonte: acidadeon.com

Anterior COLINA - PM DESCOBRE DESMANCHE CLANDESTINO DE MOTOS FURTADAS, PRENDE 3 E RECUPERA MOTOS E PEÇAS
Next Guerra? Coreia do Norte diz que mais sanções vão estimular novos planos nucleares

Você pode gostar também

Policial

Casal diz estar sendo ameaçado por dividas indevidas

No Plantão policial esteve o casal M.A.F., 40 anos e J.S.S., mulher, 33 anos, tendo eles informado que residem na Rua 58, bairro América e por volta das 218h, eles

Policial

BARRETOS: Desentendimento no bairro Zequinha Amêndola termina em ocorrência na delegacia

Acionados pelo COPOM os Policiais Militares, cabos Sichinelli e Paulino foram até a Rua Chade Rezek, bairro Zequinha Amêndola, para atenderem a uma ocorrência e no local os Militares se

Primeira Página

Câmeras flagram ladrões furtando Casa de Apoio no bairro Paulo Prata

Representando uma Casa de Apoio situada no bairro Paulo Prata, a senhora M.A.R.M., 70 anos, esteve no Distrito Policial e noticiou que o local se encontrava vazio, porém, câmeras de

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta