Jovem tatua nome da Mãe e ela faz um B.O. na delegacia
18 de setembro de 2017 729 Visualizações

Jovem tatua nome da Mãe e ela faz um B.O. na delegacia

Em Ribeirão Preto um jovem, de 16 anos, tatuou nome da mãe no peito; studio teria realizado o trabalho sem autorização dos pais.

A mãe de um adolescente de 16 anos procurou a Polícia Civil de Ribeirão Preto, na noite desta sexta-feira (15), para registrar um boletim de ocorrência por lesão corporal gravíssima. Na versão dela, um studio teria tatuado o menor sem autorização dos pais.

Segundo o boletim de ocorrência (BO), o jovem foi até o local, no bairro Quintino Facci II, na zona Norte da cidade, e fez uma tatuagem no peito escrito “Angela”. Ele alegou aos policiais que a escrita foi feita em homenagem a mãe e pagou R$ 20 pelo trabalho.

A mulher alega que o responsável pelo comércio não exigiu do adolescente a autorização por escrito e nem procurou os responsáveis legais – o que é exigido por lei, de acordo com o artigo 129 do Código Penal. O ato é de natureza gravíssima, pois “resulta em deformidade permanente”.

No BO consta, ainda, que o menor tem diabetes tipo 1 e, por consta disso, tem problemas de cicatrização. (Colaboração: Gabriela Couto)

Fonte: acidadeon.com

Anterior COLINA - PM DESCOBRE DESMANCHE CLANDESTINO DE MOTOS FURTADAS, PRENDE 3 E RECUPERA MOTOS E PEÇAS
Next Guerra? Coreia do Norte diz que mais sanções vão estimular novos planos nucleares

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/storage/4/97/12/agazetadebarretos/public_html/wp-content/themes/trendyblog-theme/includes/single/post-tags-categories.php on line 7

Você pode gostar também

Policial

BARRETOS: Homem é preso em flagrante pela Policia Militar quando tentava furtar Caixa Eletrônico em agência bancária

A Policia Militar de Barretos prendeu em flagrante um homem de 24 anos, que já era procurado pela Justiça, morador, no bairro Leda Amêndola, e que foi identificado como E.S.R.,

Barretos

BARRETOS: Agropecuarista registra queixa de furto de nove novilhas

O agropecuarista E.R., 60 anos, morador no bairro Sumaré, noticiou na delegacia que ele estava viajando quando recebeu um telefonema de seu vizinho de fazenda, lhe informando que uma novilha

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta