25 de agosto de 2017 0 747 Visualizações

JBS fecha unidade na região e demite 90 funcionários

O Grupo JBS fechou a unidade que arrendava em Guararapes (a 31 km de Araçatuba), na última semana, provocando a demissão de 90 funcionários. A unidade, que trabalhava com carnes de charque, foi arrendada da Frig (Frigorífico Industrial de Guararapes) em 2011.

Procurada pela reportagem, a administração da JBS afirmou que decidiu deixar a cidade porque a unidade de Guararapes precisaria passar por adequações em sua estrutura, o que seria muito custoso para a empresa. “Em razão da necessidade de adequações na infraestrutura da unidade arrendada de Guararapes, a cooptou por modernizar a planta própria de Santana do Parnaíba (SP) e realizar a transferência da produção local”, afirmou em nota enviada para redação.

A JBS afirmou também que conversou com o sindicato para resolver como será feito o pagamento da rescisão dos funcionários e medidas a serem feitas no processo. “A companhia promoveu o desligamento dos 90 colaboradores da fábrica e negociou com o sindicato da categoria benefícios além do que é previsto na legislação.”

HISTÓRIA
Recentemente envolvida em escândalos políticos, a JBS, que detém marcas como Friboi e Seara, fechou várias plantas em todo o País. A situação ficou pior após a Operação Carne Fraca, que fez a empresa paralisar 90% de sua produção, voltando à carga pouco tempo depois.

Em Guararapes, a empresa arrendou a antiga área da Frig em março de 2011, após ela ficar desativada por quase dois anos. A operação começou em abril do mesmo ano. À época, a JBS afirmou que a escolha da cidade se deu pela proximidade com outras unidades do grupo na região e, consequentemente, a disponibilidade de matéria-prima. O grupo JBS possui unidades em Andradina e Lins.

COMPLETA
Naquele ano, os investidores afirmaram que não seriam necessários altos investimentos na região, pois a planta estaria completa para atender, com a fábrica em bom estado de conservação. O contrato foi firmado por um período de três anos, renovado até agora.
A charqueada do Frig já teve importante papel na economia do município. Além dos mais de 100 empregos diretos que oferece quando em funcionamento, a indústria tinha boa parcela de contribuição fiscal para os cofres públicos, em valores agregados em índice no FPM (Fundo de Participação do Município).

FONTE: JORNAL DIÁRIO DA REGIÃO DE RIO PRETO

Anterior POLICIAIS FAZEM MEGA OPERAÇÃO entre Canil e Força Tática prende dois e apreende um menor pelo crime de tráfico de drogas no Jardim Arizona
Next Furto em interior de veículo em estacionamento de supermercado

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/storage/4/97/12/agazetadebarretos/public_html/wp-content/themes/trendyblog-theme/includes/single/post-tags-categories.php on line 7

Você pode gostar também

Comércio

ATENÇÃO: Montadoras chamam donos de veículos para série de recalls

Proprietários de veículos devem ficar atentos às campanhas feitas pelas montadoras de veículos; neste ano, até o dia 21, já são 28 chamamentos de diferentes marcas e modelos de carros

Comércio

REAJUSTE: Novembro terá bandeira vermelha na conta de energia

O mês de novembro já começa com uma má noticia, a bandeira tarifária das contas de energia será a vermelha de patamar 2. As bandeiras tarifárias são utilizadas para indicar

Comércio

AUMENTO: Preço do etanol deve ter novo reajuste

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro) em Rio Preto, Roberto Uehara, a alta do combustível foi influenciada pelo

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta