JABOTICABAL: Modelo sofre queimadura de 2º grau após bronzeamento artificial
18 de outubro de 2017 2605 Visualizações

JABOTICABAL: Modelo sofre queimadura de 2º grau após bronzeamento artificial

Polícia investiga qual produto foi utilizado por esteticista de Jaboticabal em sessão que custou R$ 40

 

Uma modelo de 28 anos registrou um boletim de ocorrência (BO), em Jaboticabal, depois de sofrer queimaduras de segundo grau durante uma sessão para bronzeamento artificial. O ferimento teria sido causado por um produto aplicado por uma esteticista.

Aline Bianca disse que precisou passar pela UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da cidade por quatro vezes desde a última sexta-feira (13). Ela havia feito a quinta sessão de bronzeamento no domingo (8), no quintal da casa da esteticista.

“Já tinha passado por quatro sessões no mesmo local. Em apenas uma delas havia aparecido bolhas na minha pele, mas achei que fossem normais”, comentou.

Aline relatou ter apresentado febre e vômito, e que o processo culminou com uma infecção urinária.
A modelo contou que conheceu a esteticista pelas redes sociais e que pagou R$ 40 pela sessão. “Tem um vídeo em que ela [a esteticista] diz que o produto é registrado na Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], aprovado por dermatologista e que a formula é patenteada por ela”, disse.

Reprodução / Facebook

Aline relatou que procedimento foi feito por esteticista (Foto: Reprodução / Facebook)

 

Investigações

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Jaboticabal investiga o caso e aguarda a esteticista apresentar os produtos utilizados durante as sessões de bronzeamento.

“Foi registrado um Termo Circunstanciado [TC] de lesão corporal culposa – sem intenção. A esteticista foi ouvida, disse que comprou os produtos em lojas de cosméticos oficiais e que a vítima teria ficado exposta por um tempo superior ao recomendado. Quero saber como os produtos eram utilizados e se há mais vítimas”, declarou a delegada titular da DDM, Andrea Cristiane Fogaça de Souza Nogueira.

A delegada orienta as pessoas que se interessam por esse tipo de procedimento estético para que fiquem em alerta com relação à escolha de clínicas e profissionais. “Tem que saber antes se o estabelecimento é adequado e se o profissional é credenciado”.

A modelo disse que sempre foi adepta do bronzeamento artificial, mas afirma que vai tomar mais cuidado daqui em diante. “Ela [a esteticista] era considerada a melhor profissional do ramo, a que fazia a marquinha mais perfeita em toda a região, mas não sei o que ela usou em meu corpo. Somente por indicação de boca, nunca mais”, disse a modelo.

Aline, que é autônoma, contou que está afastada do trabalho e que ainda não sabe se vai entrar com processo na Justiça contra a esteticista.

Outro lado

O ACidade ON tentou localizar a esteticista e deixou recado no celular, mas não havia obtido retorno até a publicação desta notícia. Ela já havia declarado à polícia ter prestado assistência à modelo.

FONTE: www.acidadeon.com

 

Anterior CAMINHÃO ARREBENTA CABO DE FIBRA ÓPTICA E BAIRROS FICAM SEM INTERNET
Next POLICIAL: Mulher é vítima de ameaça em sua residência

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/storage/4/97/12/agazetadebarretos/public_html/wp-content/themes/trendyblog-theme/includes/single/post-tags-categories.php on line 7

Você pode gostar também

Policial

Motorista morre em suposto acidente nas proximidades do Pontilhão de Altair

(Nei Colares de Souza, vítima fatal) Um suposto capotamento de um veículo GM Prisma com placas de São José do Rio Preto,  acidente também com indícios de ter sido intencional (Suicídio), matou na madrugada desta quinta-feira (31) o morador de Altair Nei Colares

Primeira Página

AUMENTO: Conta de luz de outubro terá bandeira vermelha, com cobrança extra mais alta

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou hoje (29) que a bandeira tarifária das contas de luz em outubro será a vermelha patamar 2. A tarifa é a mais

Policial

EXPLOSÃO: Caminhoneiro morre carbonizado na SP-225 em Analândia

O motorista carregava mais de 12 mil litros de combustíveis que explodiram sobre sua cabina Um motorista de 37 anos morreu carbonizado em Analândia (SP) após o caminhão-tanque que dirigia

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta