Golpe que atrai usuários de Uber já fez 13 milhões de vítimas
22 de junho de 2017 666 Visualizações

Golpe que atrai usuários de Uber já fez 13 milhões de vítimas

Você está navegando na internet quando, de repente, recebe um e-mail dizendo que foi contemplado com um cupom de R$ 100 de desconto em viagens pelo Uber. Parece bom demais para ser verdade? Então pode desconfiar. Um novo golpe que usa o desconto no aplicativo como isca para atrair usuários já fez 13 milhões de vítimas em todo o Brasil, segundo dados levantados pela empresa de segurança digital Eset, que detectou a armação.

O golpe é do tipo phishing, um tipo de fraude utilizada por cibercriminosos, que consiste em direcionar o alvo para páginas falsas com o objetivo de roubar dados pessoais e bancários das vítimas, que acabam fornecendo essas informações espontaneamente, ao acreditar que terão algum tipo de benefício.

No caso desse novo golpe, ao clicar em um link na mensagem enviada por e-mail, o usuário é direcionado um endereço falso onde é convidado a fazer cadastro em uma página que, para convencer a vítima, usa características visuais semelhantes ao site do Uber e pede dados pessoais, como CPF, telefone e informações do cartão de crédito.

De acordo com a Eset, depois de completar o cadastro, a vítima recebe uma mensagem na tela informando que o desconto estará disponível em sua próxima viagem e é direcionada à página oficial da empresa. O benefício, no entanto, nunca vem. Enquanto isso, cibercriminosos têm dados suficientes para usar o cartão de crédito das vítimas, além de utilizar os dados pessoais para outros crimes virtuais.

A empresa de segurança digital alerta os usuários que se atentem para o remetente do e-mail e, na dúvida, não cliquem em links ou anexos enviados por desconhecidos.

A Uber não envia aos usuários e-mails com links para descontos, tampouco solicita um novo cadastro para que o passageiro possa obter algum benefício. Os descontos na plataforma são concedidos por meio de códigos promocionais, que devem ser inseridos em um campo apropriado dentro do aplicativo.

Em nota, a empresa informou ainda que orienta os usuários a nunca compartilharem os dados de senha do seu cadastro. “Esses dados devem ser tratados com o mesmo cuidado que dados bancários”, afirmou a empresa.

Anterior Homem oferece drogas para policiais disfarçados e vai preso
Next Ladrões armados rendem vítima e prestadores de serviço e em seguida roubam dinheiro, carro, joias e vários objetos em residência no bairro Zequinha Amêndola

Você pode gostar também

Barretos

BARRETOS: FLAGRANTE DE TRÁFICO DE DROGAS

Em patrulhamento pelo bairro Dom Bosco, os cabos da PM Renato e Hilton se depararam com um individuo pela av 9 de julho com a rua Maria Cecília Piani, o

Barretos

BARRETOS: Investigadores localizam em Alberto Moreira boi furtado em sítio nas Três Barras

Os investigadores do 3º Distrito Policial Jorge Naves e Walter localizaram em uma fazenda, na cidade de Barretos, um boi que havia sido furtado em meio a uma boiada nas

Policial

JALES – PORNOGRAFIA INFANTIL! PF abre operação contra a pornografia infantil na região

  A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 20, a Operação Asinus, que investiga a pornografia infantil na região de Jales, no interior de São Paulo. Aproximadamente cinquenta policiais

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta