10 de junho de 2017 0 2878 Visualizações

Fiéis de igreja são vítimas de Estelionato

As vítimas, Diego, 30 anos e Lucas, 21 anos, foram até o Distrito Policial e noticiaram que são evangélicos e que há cerca de seis meses atrás uma mulher, identificada como “Andressa” se aproximou do Diego e disse que ela tinha um amigo que estava passando por um período de muitas dificuldades, inclusive com problemas de doença, como o câncer, sendo ele identificado como “Luís Henrique”.

Desta forma “Andressa” começou a pedir ajuda financeira para Diego e também para outras pessoas da igreja.

Neste período, Lucas também foi assediado por “Andressa” e por diversas vezes foram oferecidas ajudas financeiras ao necessitado, perfazendo um total de R$2.300.00.

O pastor da igreja em que as vítimas frequentam pensou na possibilidade de se tratar de um golpe e passou a investigar a pessoa do “Luís Henrique”, que seria a pessoa doente e que estava sendo beneficiada.

Com a informação de que “Luís Henrique” estava fazendo tratamento na Santa Casa de Barretos, o pastor foi até o hospital e descobriu que tudo não passava de uma grande mentira.

O pastor passou a informação aos membros da igreja e todos então descobriram que havia sido um golpe aplicado por “Luís Henrique”, que fugiu para o estado do Mato Grosso.

Também foi descoberto que “Andressa”, para outras pessoas se apresentava como “Talita”, sendo o caso encaminhado ao setor de investigação.

Fonte: Mazinho Dias

Anterior Furto em residência no Jardim Nova Barretos 2
Next Furto e dano em residencia

Você pode gostar também

Policial

TABAPUÃ – HOMICÍDIO! Genro invade casa com caminhão e mata sogro esfaqueado

Vítima de 56 anos acordou com o barulho e foi atacada pelo suspeito. Em seguida, agressor tentou se matar. Um homem de 56 anos morreu esfaqueado dentro de casa pelo genro, de 35

Barretos

BARRETOS: Mulher registra queixa de perturbação de tranquilidade contra adolescentes

Uma mulher de 52 anos, auxiliar de enfermagem, moradora na Rua Fábio Junqueira Franco, bairro Exposição, e que se identificou como M.S.A.G., esteve no Distrito Policial e informou que ela

Policial

CRUELDADE: Enfermeiras são brutalmente mortas por colega de trabalho

O suspeito, que confessou o crime, também era auxiliar de enfermagem e era conhecido de uma das vítimas Duas mulheres foram brutalmente assassinadas por um colega de trabalho na noite

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta