Caso Tenente Okada em detalhes.
13 de setembro de 2017 4114 Visualizações

Caso Tenente Okada em detalhes.

Policiais Militares da Rota da cidade de Osasco, grande São Paulo, sob o comando do Tenente Miranda, prenderam três pessoas acusadas pela morte do Oficial da Policia Militar, Tenente Marcos Rogério Okada Vieiros, 24 anos, vítima de homicídio depois de ser alvejado com um tiro na cabeça durante uma tentativa de assalto quando estava à paisana em sua moto BMW, parado no semáforo instalado na Avenida Lourenço Belloni, no Jardim Baronesa, zona Oeste cidade de Osasco, próximo à sede do batalhão.
Segundo informações, os indivíduos seriam moradores no “Três Montanhas”, bairro instalado na Zona Norte da cidade de Osasco, próximo ao SBT, e um deles foi identificado como Rafael da Silva Santos, 20 anos, vulgo, “Cabeça de ovo”, enquanto que o segundo é um individuo chamado “Uéslei”, que seria o dono da moto e teria emprestado o veículo para “Cabeça de ovo” e o terceiro é o menor, “R. B.”, 15 anos, que confessou ter sido o autor do disparo.

A prisão dos três ocorreu depois que Policiais Militares chegaram ao nome “Cabeça de ovo”, ocasião em que na segunda feira, no período da manhã, um dia depois do crime, policiais foram até a residência dele e foram informados que o mesmo não aparecia desde o dia anterior, já no período da noite equipes de policiais retornaram ao “Três Montanhas”, e encontraram a casa do suspeito totalmente vazia.
As investigações prosseguiram e nas primeiras horas de terça feira “Cabeça de ovo” e seus comparsas foram presos por Policiais da ROTA, sendo levados para o 10º Distrito Policial, onde inicialmente ele teria dito aos Militares que estava apenas conduzindo a moto e que o autor dos disparos teria sido o “Uéslei’, que por sua vez, na frente dos policiais, falou para que ele contasse a verdade, ocasião em que “Cabeça de ovo”, afirmou que o autor dos disparos teria sido o menor “R.B.”, que estava em uma sala separada, e ao ser questionado, confessou que estava na garupa da moto Titan preta, conduzida por “Cabeça de ovo” e ao visualizarem o Tenente Okada passando, resolveram assaltá-lo no semáforo, ocasião em que o abordaram e ele teria feito menção de sacar uma arma, quando então o tiro com um revolver calibre 38, que também foi apreendido, foi desferido.

O crime aconteceu as 19h20, sendo prestado socorro ao oficial da Policia Militar pelos próprios companheiros que estavam no Batalhão, que o levaram ao Hospital Regional de Osasco, mas ele não resistiu, tendo confirmada mais tarde a sua morte.

O corpo do Tenente Marcos Rogério Okada Vieiros, 24 anos, foi velado no Cemitério da Paz, bairro do Morumbi, em São Paulo, e seu sepultamento, aconteceu ás 15 horas de terça feira.

Com destacada atuação na cidade de Barretos, a morte do Tenente Okada, foi profundamente lamentada por todos os profissionais da Segurança Pública que atuam no 33º Batalhão da Policia Militar do interior.

Anterior Bebê é encontrada abandonada em terreno baldio
Next Canil e Força Tática apreendem menor, drogas e mais de R$1.300,00 em dinheiro

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/storage/4/97/12/agazetadebarretos/public_html/wp-content/themes/trendyblog-theme/includes/single/post-tags-categories.php on line 7

Você pode gostar também

Barretos

BARRETOS: Após receber ameaças de morte, mulher é atacada e tem olho lesionado por um garfo

Na delegacia esteve a funcionária pública M.G.M.F., 36 anos, moradora no bairro Marília, afirmando que estava recebendo ameaças de agressão e morte,  via Facebook, de uma pessoa conhecida por “Camila”,

Barretos

BARRETOS: Homem ameaça mulher e quatro filhas no bairro Zequinha Amêndola

O indiciado A.A.S., 39 anos, operador de máquinas, morador no bairro Zequinha Amêndola, e as vítimas L.R., mulher, 36 anos e M.C.R.S., mulher, 18 anos, foram apresentados no Plantão Policial

Barretos

Ladrões voltam a furtar repartição pública no bairro Nadir Kenan

No Distrito Policial esteve a Assistente Social T.M.R., 29 anos, informando que a repartição pública a qual ela trabalha, instalada a Avenida João Cavalini, bairro Nadir Kenan, foi arrombada há

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta