Bebê de sete meses é encontrada morta em berço de creche
20 de junho de 2017 5006 Visualizações

Bebê de sete meses é encontrada morta em berço de creche

Uma menina, que completou sete meses de vida no último dia 16, foi encontrada morta na manhã desta segunda-feira, 19, no berçário da escola infantil que frequentava, em Araçatuba, a 158 quilômetros de Rio Preto. Ela chegou a ser socorrida por equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e levada ao hospital.

Uma funcionária da instituição contou à polícia que alimentou a menina por volta das 10h30 e a deixou brincando com as demais educadoras da escola e outras duas crianças. Por volta das 11h, a bebê foi levado para o banho e por volta das 11h20, foi colocada para dormir, no colo e em seguida, deixada no berço, de bruços, como de costume.

Cerca de 20 minutos mais tarde, quando a funcionária voltou ao berço para dar mamadeira à menina, notou que ela já não apresentava sinais vitais. Outro colaborador foi chamado pela testemunha, e enquanto ele realizava os primeiros socorros, ela acionou o Corpo de Bombeiros e seguiram as orientações até a chegada da equipe de resgate.

A bebê foi levada para a Santa Casa. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, a paciente deu entrada em parada cardiorrespiratória e, apesar de serem realizados os procedimentos de reanimação, foi constatado o óbito.

O corpo deve passar por exame necroscópico antes de ser liberado aos familiares, que foram comunicados pela direção da escola sobre o ocorrido.

Anterior Jovem registra queixa por agressão
Next Programa sexual acaba na delegacia

Você pode gostar também

Policial

Policia Militar localiza cocaína, maconha e crack em terreno no bairro Santana

Integrantes da Equipe do Canil da Polícia Militar, os cabos Joaquim e Rogério, informaram que receberam denuncia anônima afirmando que em um terreno na Avenida 49 com a Rua João

Primeira Página

Ladrão invade e furta residência no bairro City Barretos

Moradora na Alameda Canadá, bairro City Barretos, a vítima M.A.P.B., 55 anos, informou que ela foi alertada por seu filho que a sua casa havia sido invadida. Temendo por sua

Policial

REGIÃO: Homem incendeia colchões para evitar que mulher e filha saiam de casa

Uma mulher, de 42 anos, e a filha, de 11, foram impedidas de sair de casa depois que o marido, um jardineiro de 43 anos, colocou fogo em dois colchões.

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta