BARRETOS: Operação policial prende dois maiores, apreende menor, drogas, dinheiro e diversos objetos no bairro Pimenta
7 de junho de 2020 829 Visualizações

BARRETOS: Operação policial prende dois maiores, apreende menor, drogas, dinheiro e diversos objetos no bairro Pimenta

Policiais Militares de Barretos, com as equipes da ROCAM, com os cabos Wladimir, Rodrigo e Rodrigo Ribeiro, equipe do Canil com os Militares, cabos Joaquim e Anderson Arábia, mais os policiais, cabo Marcos Mariano e soldado Roberta, prenderam pelo crime de tráfico de drogas os maiores D.A.J., 30 anos, desempregado, morador na Avenida 43, bairro Pimenta e M.P.S., 18 anos, desempregado, morador na Rua Urbano de Brito, bairro Santana, além de apreenderem o menor J.P.D.P., 15 anos, morador no bairro Idê Daher, porções de maconha, pinos com cocaína, dinheiro, telefone celular, balança de precisão e outros objetos relacionados a traficância.

De acordo com os policiais, a equipe da ROCAM realizava patrulhamento pelas imediações dos bairro Pimenta, Santana e Hussein Genha, quando na Rua Temístocles Ferreira, bairro Pimenta, em um local já conhecido como ponto de venda de drogas, eles visualizaram três indivíduos, os quais aparentavam estar vendendo drogas.

Foi solicitado o apoio de outras viaturas e então foi feita uma operação a fim de abordar os três indivíduos, porém, assim que eles perceberam a presença das viaturas, se evadiram sentido uma mata que fica ao lado
de uma Escola Técnica, sendo que dois deles foram para o lado esquerdo (sentido Avenida 47), sendo eles depois identificados como D.A.J., e o menor J.P.D.P., enquanto o M.P.S. foi para o lado direito (sentido a Avenida Gonçalves).

Na fuga, o maior D.A.J., jogou ao chão um invólucro, o qual continha em seu interior 20 tubos com cocaína, tendo os policiais, cabos Rodrigo e Wladimir, ido ao encalço deles, vindo a detê-los, sendo localizada a quantia de R$130.00 em notas diversas com o maior e 5 pinos com cocaína e a quantia de R$15.00 com o menor, que no primeiro momento assumiu a traficância enquanto o maior negou.

Em acompanhamento feito pelo cabo Rodrigo ao indiciado M.P.S. ao interior da mata, assim que ele percebeu que o policial estava sozinho, dispensou uma trouxa de droga ao chão e colocou o celular próximo, vindo a resistir a prisão, havendo a necessidade de ser empregada o uso de força física, sendo ele algemado.

Verificando o que foi dispensado por ele o policial encontrou 28 trouxinhas de maconha prontas para a venda.

Foi informado pelos Militares que o menor e o M.P.S., já eram conhecidos dos meios policiais pela prática de tráfico de drogas, e ao retornarem ao local onde eles foram vistos inicialmente, foi feita uma varredura com a equipe do Canil, e em meio a mato e entulho, foram localizadas 112 trouxas de maconha, idênticas às trazidas pelo M.P.S., e um pouco mais adiante, o cão Hector localizou, dentro de uma sacola, 246 tubos vazios, uma balança de precisão digita, uma porção de cocaína e uma peneira.

Em relato o menor assumiu a propriedade destes objetos, e disse que ainda estaria “levantando” dinheiro para poder “encher” os pinos vazios e vendê-los.

Questionado sobre o dinheiro encontrado em sua posse o maior D.A.J., declarou que era o restante do auxílio recebido pelo Governo Federal, porém, os policiais já haviam obtido junto ao menor a informação de que ele teria passado o dinheiro para o D.A.J., no momento da abordagem.  Diante dos fatos, foram todos conduzidos ao plantão policial e apresentados a delegada, Dra. Denise Vichiato Polizelli, tendo os maiores negado a prática do tráfico de drogas, enquanto o adolescente se declarou proprietário de toda droga e dinheiro, afirmando ainda que estava vendendo para os maiores, dando a entender, na realidade, que ele estava sendo usado pelos maiores para a venda do entorpecente, a fim de não serem presos.

Foi observado ainda que as versões dos três estavam bem ensaiadas, com exceção do detalhe do dinheiro apreendido com o maior D.A.J., ser de auxílio da pandemia ou ser produto de tráfico de drogas executado pelo adolescente.

Ao final, foi determinado que os três fossem recolhidos em celas separadas da cadeia anexa a Seccional de Polícia, devendo depois serem levados para a cadeia da cidade de Colina, permanecendo a disposição da Justiça.

 

 

Anterior BARRETOS: Força Tática prende casal traficando cocaína na residência deles no bairro Santa Isabel
Next BARRETOS: Lavrador é vítima de tentativa de homicídio durante churrasco no bairro Henriqueta

Você pode gostar também

Barretos

BARRETOS: Microempresária registra queixa por estelionato contra aposentado

No Distrito Policial esteve a microempresária M.C.S., 24 anos, informando que nos meses de setembro e outubro de 2018, ela contraiu duas dividas no valor de R$1.000.00 cada uma, as

Policial

URGENTE: Bandidos tentam explodir caixa eletrônico e matam moradora em Frutal

Durante a fuga, os suspeitos tentaram roubar o carro de uma mulher e atiraram contra ela que foi socorrida, mas morreu A cidade de Frutal, no Triângulo Mineiros, vive momentos

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta