BARRETOS: “Emanoel já recebeu mais de R$ 750 mil de salários após acordo com a Prefeitura”, afirma advogado
8 de janeiro de 2020 773 Visualizações

BARRETOS: “Emanoel já recebeu mais de R$ 750 mil de salários após acordo com a Prefeitura”, afirma advogado

De acordo com o advogado Noel Santos, a alteração na Lei que incorpora benefícios nos salários dos servidores municipais, criada pelo atual prefeito em 2014, e aprovada pela Câmara Municipal, já garantiu recebimentos superiores a R$ 750 mil ao ex-prefeito Emanoel, desde a data que firmou um acordo com o atual prefeito, em 2014, até os dias atuais.
Segundo Noel, o benefício, com certeza, será estendido ao prefeito, que também é servidor municipal, além de servidores que tenham exercidos cargos políticos, como secretários e vereadores. “O que chama a atenção foi a agilidade de aprovar um projeto, de interesses próprios, quando o caso ainda estava sendo julgado na justiça”, considerou Noel.
INCONSTITUCIONAL
Na análise do advogado, a alteração na lei pode ser considerada inconstitucional, podendo ainda os autores serem alvos de responsabilização por improbidade administrativa, com a devolução dos valores supostamente indevidos que foram recebidos. “A atual administração é uma extensão do governo Emanoel, como demonstra esse ajuste de interesses próprios”, finalizou.

 

Fonte: Jornal de Barretos Regional

Anterior Receita abre consulta a lotes residuais do IR de 2008 a 2019
Next Começou terça-feira (07) a regularização dos títulos cancelados por conta da biometria

Você pode gostar também

Barretos

BARRETOS: Equipe Bravo recupera moto que havia sido furtada na Rua Santa Maria

Na delegacia esteve à vítima T.V.R., 26 anos, informando que ele deixou sua motocicleta Honda Twister 250, ano 2007, vermelha, devidamente estacionada na Rua Santa Maria, entre as Avenidas 47

Barretos

QUEIMA DO ALHO TRÊS IRMÃOS: NÃO REALIZARÁ MAIS CAVALGADA

A cavalgada que seria realizada no próximo dia 7 de abril junto com a Queima do Alho Três Irmão teve de ser cancelada por não ter a autorização necessária. Segundo

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta