BARRETOS: Casal hospeda-se por nove dias em hotel e não efetua pagamento das diárias
29 de janeiro de 2020 2414 Visualizações

BARRETOS: Casal hospeda-se por nove dias em hotel e não efetua pagamento das diárias

A senhora R.A.M.R., 45 anos, foi até a delegacia e informou que trabalha como gerente em um hotel na Rua 30, próximo a Rodoviária, e recentemente um casal se hospedou no hotel e não efetuou o pagamento.

Os dois foram identificados como J.S.B., 23 anos, morador na cidade de Sumaré e L.Z.A.F., recepcionista, moradora em Hortolândia, os quais chegaram juntos ao hotel na madrugada do dia 18/01/2020, solicitando um quarto para hospedarem-se.

No momento do “check in” eles não forneceram nenhum cartão de crédito, alegando que fariam o pagamento das diárias em dinheiro no dia seguinte.

Três dias depois, o homem efetuou o pagamento equivalente à duas diárias, no total de R$200.00, porém o casal permaneceu hospedado no hotel até a data do registro da ocorrência (27/01/2020), ocasião em que a mulher disse para a gerente que o homem havia saído no dia anterior e não havia retornado, sem deixar nenhum dinheiro, portanto ela não tinha condições de efetuar o pagamento das sete diárias remanescentes.

O casal permaneceu no hotel por nove dias, perfazendo nove diárias, e como duas delas foram quitadas, ficou faltando sete diárias a serem pagas ao hotel, então, considerando o débito de R$700,00 a gerente chamou a Polícia Militar que conduziu às partes, até a delegacia.

Em sua defesa a mulher disse que veio de Hortolândia para passear com seu namorado na cidade de Barretos e que eles estão juntos há 10 meses, não sabendo informar para onde ele teria ido, acrescentando que a família dele mora em Barretos e que eles poderiam efetuar o pagamento da conta do hotel, porém ela não conseguiu contato com eles.

Por fim, a mulher disse que seu namorado trabalha em um supermercado, mas ela nunca viu ele com uniforme daquele estabelecimento, bem como não conseguiu prestar mais informações quanto ao cargo que ele exerce.

A gerente informou que tentou localizar o pai de rapaz, que possui um quiosque de lanche em uma praça, porém ele por telefone que não suportaria as contas do filho, uma vez que ele “não vale nada” e que é maior de idade e que deve arcar com seus erros, não sabendo informar o contato do filho ou onde ele poderia ser encontrado.

O pai ainda informou que o autor é casado e possui outra família na cidade de Sumaré, mas também não soube declinar endereço.

A gerente ligou no supermercado para obter informações sobre o autor, mas foi informado que ele não trabalha lá.

Por fim, tentando obter informações sobre o autor, a gerente o encontrou na rede social “Facebook”, ocasião que viu as fotos dele e de sua família.

O caso foi registrado e encaminhado ao setor competente.

Anterior EMPREGO: VAGAS DISPONÍVEIS PARA HOJE 29/01/2020
Next BARRETOS: Secretária descobre quase 6 mil reais em compras indevidas com cartão de seu local de trabalho

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/storage/4/97/12/agazetadebarretos/public_html/wp-content/themes/trendyblog-theme/includes/single/post-tags-categories.php on line 7

Você pode gostar também

Barretos

EMPREGO: VAGAS DISPONÍVEIS PARA HOJE 31/08/2018

ATENÇÃO:  O ATENDIMENTO AS VAGAS DE EMPREGO SERÃO FEITAS EXCLUSIVAMENTE NO POUPATEMPO – LOCALIZADO AO LADO DO NORTH SHOPPING DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA: DAS 8H00 AS 17H00 E AOS SÁBADOS:

Policial

REGIÃO: Estudante denuncia colega por piadas racistas

Ofensas aconteceram dentro da sala de aula da escola estadual Professor Bady Bassitt. Uma estudante da escola estadual Professor Bady Bassitt denunciou um colega por ter feito piadas racistas dentro

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta