Autor de Dois homicídios e um latrocínios é preso por Militares de Barretos tomando cerveja horas depois de cometer o crime
9 de agosto de 2017 805 Visualizações

Autor de Dois homicídios e um latrocínios é preso por Militares de Barretos tomando cerveja horas depois de cometer o crime

A equipe de Policiais Militares formada pelo Sargento Danilo e cabos Advaldo, Roberval e Cantarim, prenderam em Barretos um homem de 38 anos, identificado como Daniel Perpetuo dos Reis Rodrigues, 38 anos, conhecido nos meios policiais como “Peitudinho”, e que seria o autor de um homicídio e dois latrocínios (roubo com morte), sendo o ultimo latrocínio cometido na noite de terça feira em uma residência no centro da cidade de Olímpia, figurando como vítima o senhor Marcelino Seno, 78 anos, solteiro e que morava sozinho.
Inicialmente os Militares receberam a informação de que em um bar, na Rua 4, na cidade de Barretos havia um indivíduo em atitudes suspeitas, sendo inclusive fornecidos os detalhes da roupa que esta pessoa estava usando.
Os policiais se dirigiram até o bar e quando lá chegaram encontraram com o indivíduo suspeito, o qual foi abordado e submetido à revista pessoal, não sendo encontrado nada de ilícito em sua posse, porém, no mesmo bar, os policiais perceberam a presença do indiciado e observaram que ele apresentava ferimentos na mão e na perna esquerda, estando ele tomando cerveja calmamente.
Foi solicitado que o indiciado fornecesse os seus dados e em pesquisa nada havia contra ele, porém, os policiais receberam a informação de uma pessoa de que aquele homem era procurado pela Justiça e então insistiram e mantiveram contato com a Polícia da cidade de Dracena, quando então se verificou que ele estava sendo procurado.
Próximo ao bar havia um veículo Gol, branco, e em seu interior foram vistos dois aparelhos televisores e outros objetos, tendo os policiais sido informados de que o indiciado estava na posse daquele carro.
O indiciado confirmou que o veículo estava em sua posse, mas se mostrou confuso nas respostas quando questionados sobre os objetos que lá estavam, ocasião em que foi feita pesquisa sobre o veículo e constatou-se que o carro estava em nome de Marcelino Seno, morador na Rua General Osório, centro de Olímpia.
Foi tentado contato com o proprietário do carro, mas os Militares não obtiveram êxito e de posse de seu endereço o Sargento Danilo manteve contato com o Subtenente Queiroz, da cidade de Olímpia, momento em que ele e sua equipe, se dirigiram até a casa do senhor Marcelino Seno, a fim de verificar se havia alguma coisa de errado.
Os policias de Olímpia encontraram a casa toda trancada e o senhor Marcelino não atendia as chamadas, sendo então acionado o irmão da vítima, que viabilizou a entrada dos policiais na residência, que encontraram o corpo do senhor Marcelino já sem vida, apresentando um profundo corte no pescoço, com indicativos de ter ocorrido luta na casa que se encontrava cheia de marcas de sangue.
Imediatamente os policiais de Barretos foram informados e detiveram “Peitudinho”, sendo vistoriado o veículo Gol da vítima, e em seu interior a equipe do Sargento Danilo encontrou um aparelho DVD, dois televisores, um receptor de canal pago, ticket alimentação, aparelhos celulares, três chaves de residência, relógios de pulso, carnes (adquiridas em um supermercado em Olímpia) e uma faca toda impregnada de sangue, sendo esta a arma utilizada para assassinar a vítima.
Foram enviadas imagens para os policiais de Olímpia e o irmão da vítima reconheceu os objetos como sendo de propriedade do senhor Marcelino.
Diante de tantas evidencias, o indiciado confessou informalmente ao Sargento Danilo que ele realmente havia assassinado a vítima com algumas facadas, negando-se em declarar detalhes do crime praticado.
O indiciado, que já tinha passagens pela policia por roubo, receptação, porte de arma e furto, recebeu voz de prisão e foi apresentado no Plantão Policial, onde a prisão foi ratificada, sendo o indiciado recolhido em uma cela da cadeia de Barretos para ser apresentado ao Fórum em Audiência de Custódia na cidade de Olímpia.
No carro pertencente a vítima também foram encontradas várias peças de roupas, algumas ostentando manchas sanguíneas, sendo o veículo apreendido e encaminhado ao pátio da Secretaria de Trânsito.
Por fim, foi destacado pelos Militares de Olímpia que durante a perícia realizada no interior da residência da vítima, foi localizada uma
faca com vestígios de sangue a qual também fora apreendida.

faca com vestígios de sangue a qual também fora apreendida.

Outra vítima de latrocínio morava na cidade de Andradina e foi morto com requintes de crueldades

O professor BelinoValieri, 46 anos, foi uma das vítimas de latrocínio cometido por Daniel Perpetuo “Peitudinho”, tendo o corpo da vítima sido encontrado na manhã de domingo, dia 23 de julho, em sua casa, na Rua Alexandre Salomão, bairro Passarelli, na cidade de Andradina, mas as investigações apontavam que o crime poderia ter ocorrido na noite de sexta para sábado.

Na ocasião, os vizinhos deram pela falta do professor e acionaram a polícia que ao adentrar a residência encontrou seu interior todo revirado, estando a vítima na sala, soterrado por objetos que o autor colocou sobre o seu corpo, estando ele estrangulado, totalmente sem roupas e com os pês e mãos amarradas, com claros sinais de que houve requintes de crueldade.

O crime chocou a população de Andradina, e na época a policia daquela cidade apurou que Daniel, teria fugido para a região de Barretos após o assassinato do professor.

Depois de assassinar o professor, “Daniel Peitudinho”fugiu com a moto da vítima, uma Honda CG-160, vermelha, e na ocasião ele já era procurado por ter cometido homicídio em Dracena, ainda possuindo passagempor roubo, estelionato, porte de arma, receptação e furto.

Anterior Desobediência de Medida Judicial
Next Policia Militar localiza munições e diversos objetos em apartamento no bairro Luís Spina

Você pode gostar também

Policial

JABORANDI: Policia Ambiental prende caseiro com armas, munições e objetos de caça em rancho no Rio Pardo

O caseiro A.M.S.19 anos, morador em um rancho as margens do Rio Pardo, na cidade de Jaborandi, foi preso pelos Policiais Militares Ambientais, Hauch e Tiago Henrique, que o apresentaram

Barretos

BARRETOS: Com uma barra de ferro, homem ameaça mulher, irmão e cunhada

A ocorrência foi apresentada no Plantão Policial pelos Militares, Palerosi e Borges, tendo eles informado que foram acionados a comparecerem até a Avenida 31, para atenderem a uma ocorrência e

Policial

REGIÃO: Sete bandidos são mortos em operação da Polícia Militar

Bandidos fortemente armados seguiam para atacar uma série de bancos em Joanópolis Uma operação do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Baep) interceptou uma quadrilha especializada em explosão a