Ao efetuar compra pela internet, mulher é vítima de estelionato
22 de junho de 2017 741 Visualizações

Ao efetuar compra pela internet, mulher é vítima de estelionato

Moradora na Avenida Professor Roberto Frade Monte, bairro Marieta, a vítima E.C.V.S., 30 anos, esteve na delegacia e informou que efetuou a compra de um aparelho de televisão no dia 05/04/2017, no valor de R$1.129.00, através de um site de uma rede de lojas, explicando que visualizou a promoção entrando no site d aloja e após clicar na oferta foi redirecionada a outra pagina, onde efetuou o cadastro, imprimiu o boleto e pagou normalmente.

Posteriormente a vítima verificou o boleto e constatou que havia comprado o televisor de uma empresa diferente, com sede na cidade de Barueri, a qual lhe mandou um e-mail confirmando a compra e o pagamento agendando a entrega para o dia 02/05/2017.

A vítima então entrou no site desta empresa e descobriu o telefone do Serviço de Atendimento ao Consumidor, onde manteve contato com uma funcionária que lhe disse que estava tudo certo, explicando ainda que se tratava de uma empresa que lançava propagandas dentro do site da loja que ela visitou e que no tempo informado ela receberia o produto.

A vítima ficou desconfiada e chegou a procurar uma autoridade policial que lhe orientou a esperar a data combinada para ver se o produto seria realmente entregue e como isso não ocorreu a vítima foi até o PROCOM, onde se comprometeram a mandar uma carta para a empresa que ela adquiriu o televisor para que eles devolvessem o valor que a vítima pagou pelo aparelho conforme especificações do Código de Defesa do Consumidor, sendo solicitado que a vítima aguardasse um mês para o desfecho da tentativa de acordo entre o PROCOM e a empresa.

Passado este período a vítima voltou ao PROCOM, onde foi informada que a carta havia retornado ao remetente.

Com isso a atendente do PROCOM fez nova pesquisa sobre o CNPJ da empresa, constatando que se tratava de um novo endereço, em uma chácara na cidade de São Paulo, se prontificando novamente a remeter outra carta pedindo a devolução do pagamento da mercadoria que não foi entregue, pedindo para a vítima retornar em data posterior para ser informada sobre o desfecho, uma vez que havia muitas denúncias contra aquela empresa.

Por fim a vítima tentou manter contato com a redede lojasproprietária do site, mas o atendente a deixou no telefone até a ligação cair, tentando ainda por várias vezes manter contato telefônico com a empresa em que ela realizou a compra, porém, sem sucesso e, ao que parece, o site se encontra fora do ar.

Anterior Policiais Militares localizam aparelho celular furtado
Next Garoto é atropelado por moto quando corria atrás de pipa

Você pode gostar também

Policial

REGIÃO: Pintor de 38 anos é assassinado

Vítima foi encontrada com ferimentos na cabeça ao lado de muleta quebrada em rua do bairro Presidente Médici; tio relata suposta desavença com vizinho A família de Ricardo Alexandre Ramalheiro,

Policial

REGIONAL: Assassino de Kelly Cadamuro é espancado em presídio

O homem acusado de matar a jovem Kelly Cristina Cadamuro, 22 anos, foi espancado no sábado (4), pelos outros detentos do presídio onde está provisoriamente detido, em Frutal (MG). Agora,

Policial

REGIÃO: Homem é preso com ecstasy em Rio Preto

Técnico de manutenção disse que iria ganhar R$ 1,6 mil para entregar a droga para um rapaz no bairro Alto Rio Preto Um técnico de manutenção, de 32 anos, foi

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta