Aluno ameaça professora porque queria saber nota que tirou na prova
24 de junho de 2017 2221 Visualizações

Aluno ameaça professora porque queria saber nota que tirou na prova

No Distrito Policial esteve uma professora de 39 anos, que se identificou como D.P.S. informando que atua em uma escola da rede pública estadual no bairro Christiano Carvalho e que por volta das 7:30h, um aluno dirigiu-se a ela exigindo que a professora lhe mostrasse a nota de uma prova.

Segundo a professora, trata-se de uma prova de avaliação promovida pelo Governo do Estado de São Paulo.

A professora respondeu ao aluno que no momento oportuno ela lhe mostraria a nota, ocasião em que o aluno passou a exigir que a nota lhe fosse mostrada naquele momento, algo que a professora não fez.

Neste momento o aluno disse para a professora que se ela lhe atribuísse nota vermelha ele iria lhe bater, afirmando ainda que o aluno a ofendeu com palavra grosseira e por fim disse que lhe daria “um couro”.

Na delegacia a vítima foi orientada sobre prazo e trâmite para ofertar representação.

Fonte: Mazinho Dias

Anterior Furto em residência no jardim Soares
Next Mulheres foram vítimas de agressão no bairro São Francisco

Você pode gostar também

Barretos

BARRETOS: Policiais Rodoviários prendem homens armados furtando em fazenda

Um homem de 47 anos, tratorista, identificado como P.S.C., morador na cidade de Guaíra, e o desempregado J.W.B.S., 35 anos, morador no bairro Santa Helena, em Barretos, foram presos pelos

Policial

REGIÃO: Menino de 13 anos morre dentro de escola

As causas da morte ainda não foram apuradas, mas há a suspeita de mal súbito; vizinhos falam em descarga elétrica Um menino de 13 anos, que ainda não teve o

Policial

BARRETOS: Mulher esquece celular e quando volta não o encontra

A autônoma R.S.L., 47 anos, moradora no bairro Christiano Carvalho, esteve no Plantão Policial e informou que por volta das 12h15, ela estava passando pela Avenida 17 com a Rua

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta