BARRETOS: Professor tem compras indevidas em seu nome com cartão que ele desconhece a existência
16 de setembro de 2018 659 Visualizações

BARRETOS: Professor tem compras indevidas em seu nome com cartão que ele desconhece a existência

O professor J.L.J.F.B., 25 anos, morador no centro da cidade, esteve no Plantão Policial e informou que por volta das 20h40, ele recebeu dois e-mails, confirmando a efetivação de duas compras em um determinado local sendo a primeira no valor de R$746,13, e a segunda compra no valor de R$625,22.

Ocorre que a vítima desconhece tal transação e para verificar a veracidade do e-mail, ele fez contato, via fone, com a empresa responsável pelo recebimento do suposto pagamento das compras, e foi verificado que realmente foram realizadas duas compras em seu nome, e que ambas foram pagas com cartão de crédito também em seu nome, e este cartão a vítima também desconhece a existência.

Na delegacia foram apresentadas as cópias dos e-mails, com o todos os de dados da transação, inclusive o endereço de entrega dos produtos.

Anterior BARRETOS: Brincadeira entre irmãos termina em agressão a faca no bairro Christiano Carvalho
Next BARRETOS: Homem é preso por dirigir embriagado após se envolver em acidente

Você pode gostar também

Policial

DF: Policia flagra 78 motoristas embriagados em duas blitzes ‘Superman’ passa no teste?

Um oito horas de fiscalização, policiais militares do Distrito Federal flagraram 78 motoristas dirigindo sob efeito de álcool em duas regiões da capital, no início desse fim de semana. Pontos

Barretos

BARRETOS: Gesseiro é preso em flagrante após furtar celular e estilete em obra

O gesseiro D.S.O., 22 anos, morador no bairro São Francisco, foi preso pelo investigador do 1º Distrito Policial, Silvio de Souza, o qual informou na delegacia que recebeu uma ligação

Barretos

BARRETOS: Casal é socorrido até a UPA após queda de motocicleta

Na delegacia estiveram as partes J.L., vendedora, 27 anos, moradora no residencial Leda Amêndola e o pizzaiolo B.R.S., 23 anos, morador no mesmo bairro, relatando que eles trafegavam com a

0 Comentário

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Você pode gostar também Comente sobre esta notícia.

Deixe uma resposta